O Natal de Jesus – Mt 1.18 – 2.12

Queridos, parece que foi ontem, mas chegou o Natal novamente. Época de festa, de alegria, troca de presentes… Mas, o que nós sabemos sobre o verdadeiro sentido do Natal de Jesus Cristo? O significado da palavra natal quer dizer data de nascimento, não importa de quem seja. Porém, o natal que festejamos não é a data de nascimento de uma pessoa qualquer. Conforme o texto lido, trata-se do nascimento de Jesus Cristo, o Messias prometido, o Salvador de todos quantos nele crêem, nascido de uma virgem, a virgem Maria, sob o poder do Espírito Santo, em cumprimento da profecia.

O Deus Filho, a Segunda Pessoa da Trindade, tomou forma de homem, para demonstrar que o pecado pode ser vencido. Ele nasceu, morreu a nossa morte e ressuscitou ao terceiro dia, para vivermos a sua vida, única maneira de salvar o seu povo dos pecados deles (1.21), para nos reconciliar com Deus Pai. O Natal, portanto, não é apenas uma data comemorativa, quando as pessoas se confraternizam e trocam presentes. É claro que essa prática é gostosa, salutar, mas não é só isso. Trata-se do momento em que o Salvador veio ao mundo para salvar os eleitos do Pai. Infelizmente, a essência, o sentido espiritual da vinda de Deus Filho sucumbiu, abafado pelo mercantilismo que estimula o consumismo.

Algumas informações culturais nos ajudarão a compreender o desenvolvimento desse processo de banalização do natal de Jesus Cristo. Era costume da época, levar presentes a um rei, quando este era visitado. Ouro, prata, linho fino e seda eram largamente utilizados para esse fim. Como lemos no texto, esperava-se o cumprimento da profecia de que nasceria um menino, descendente do rei Davi, que herdaria o trono com a finalidade de libertar o povo judeu, então sob o domínio do Império Romano.

Ao tomar conhecimento do natal do Messias prometido, uns magos vindos do oriente, acorreram ao local em visita ao verdadeiro Rei que acabara de nascer, levando-lhe presentes, como era costume, e o adoraram.  Ouro, incenso e mirra foram os valiosos presentes por eles entregues, único dado pelo qual tradicionalmente julgou-se serem três magos, e não há qualquer indicativo de que eram reis.

Mas, será que foi somente isso que guardamos a respeito do nascimento de Cristo, o fato de que os magos levaram presentes ao Rei menino? Por que o fato de que eles o adoraram ao reconhecer a sua divindade, caiu no esquecimento? Feitas estas considerações, apelo para que todos reflitam sobre a sua festa de natal.  Será que o aniversariante, Jesus Cristo, o único que deve ser adorado, é o convidado especial da sua festa?  Se não for, considere a possibilidade de convidá-lo.

Somente ele poderá tornar não apenas a sua festa anual, mas toda a sua vida realmente feliz.  Somente ele, através de uma transformação completa de vidas poderá fazer homens justos que amam suas esposas incondicionalmente, como Jesus amou a Igreja, e se deu por ela; Somente Jesus, através de uma transformação completa de vidas poderá fazer mulheres sábias, companheiras submissas que edificam seus lares e auxiliam os maridos a educar seus filhos no temor do Senhor, e filhos obedientes que honram seus pais.

Enfim, somente Jesus, através de uma transformação completa de vidas poderá fazer um lar ajustado com a justiça do Justo Jesus, pelo poder de Deus. Somente a partir de um verdadeiro Natal de Cristo em sua vida, você terá infinitamente mais do que apenas um evento feliz, mais do que uma festa feliz.

Que Deus abençoe cada família aqui presente, para que possamos ser uma Igreja, mesmo pequena, capaz de fazer a diferença, no momento em que realmente vivemos para o louvor da glória de Deus. Amém.

Categoria: Geral, MENSAGENS
Publicado em por Pr. Juarez Rodrigues