A verdadeira Igreja – 1Tm 1.3-5; 3.14-15

Queridos, nos últimos dias temos recebido diversas mensagens de vídeo e áudio contendo informações sobre ama provável proibição de qualquer exercício religioso na Bolívia, o que seria uma grande perseguição à igreja evangélica naquele país.

Mas, de que igreja se está falando? De denominações ditas evangélicas? De organizações religiosas transformadas em verdadeiros impérios, com seus megatemplos? Afinal, o que é a igreja? O que caracteriza a Igreja de Cristo?

Irmãos, conforme eu tenho insistido em lembrar, embora a palavra igreja em nossos dias tenha a conotação de templo ou denominação, a verdadeira Igreja é constituída pelos verdadeiros cristãos. Observem que a preocupação do apóstolo não é com denominação, com prédio, com templo, e sim com o ensino que estava sendo ministrado aos irmãos. Ele não queria qualquer desvio da palavra de Deus, qualquer acréscimo provindo de fábulas e genealogias, fruto da imaginação humana, que só produzem confusão (vv.3-4).

No v. 5 o apóstolo diz o motivo do seu zelo com o que se ensinava aos irmãos: o amor que procede de coração puro e de consciência boa e de fé sem hipocrisia. Irmãos queridos, prestem atenção! Tanto o amor como o coração puro e a consciência limpa derivam da fé, e esta só é transmitida aos verdadeiros cristãos pela Palavra de Deus.

Os verdadeiros cristãos são aqueles que foram eleitos pelo Pai; aqueles que foram remidos por Cristo; aqueles que receberam o poder vivificador do Espírito Santo, e andam em santidade, de acordo com a palavra de Deus. São estes que constituem a verdadeira Igreja de Cristo; são pessoas que se reúnem no prédio que chamamos de igreja, e que apresentam as mesmas características: são pessoas guiadas pelo Espírito Santo, e que edificam sua vida espiritual sobre o mesmo fundamento que é a Palavra de Deus.

É esse conhecimento que Paulo insiste em transmitir a Timóteo, mostrando-lhe como proceder na casa de Deus, e obviamente ele não está falando de prédio, templo ou denominação. Casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade são os próprios irmãos, os salvos, aqueles que são guiados pelo Espírito Santo através da Palavra de Deus. É isso que realmente dá forma à Igreja que é coluna e baluarte da verdade, e lhe dá força para resistir a qualquer tipo de perseguição, venha de onde vier. A igreja do Deus vivo não tem que temer perseguição, porque o próprio Senhor Jesus garante que as portas do inferno não prevalecerão com a ela (Mt 16.18).

Outra característica da verdadeira Igreja é que ela possui unidade, mesmo na diversidade. Sabemos que somos indivíduos, portanto, totalmente diferentes uns dos outros, porque foi assim mesmo que Deus nos criou. Sabemos que não fomos feitos numa linha de montagem como automóveis ou geladeiras, e que Deus, na sua infinita sabedoria, utiliza nossas diferenças para que nos edifiquemos mutuamente, e isso acontece de forma tão maravilhosa, que somos mais edificados quando edificamos o outro.

Como ensina o apóstolo Pedro, também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual para serdes sacerdócio santo, a fim de oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por intermédio de Jesus Cristo (1Pe 2.5). Casa espiritual, irmãos! Mais uma vez chamamos atenção para o fato de que o apóstolo não está falando de prédio, porque prédios podem ser destruídos, como o templo de Israel foi totalmente destruído duas vezes. Pedro, como Paulo, está falando de pessoas salvas, guiadas pelo Espírito Santo. São essas pessoas, mutuamente edificadas como uma unidade, pela palavra, que compõem a verdadeira Igreja.

É por isso que nada pode destruí-la ou vencê-la. A própria história secular comprova as investidas contra a Igreja de Cristo, ocasiões em que crentes foram aprisionados por causa do Evangelho, queimados vivos, decapitados, enforcados, e em todos esses episódios, contrariamente ao que os seus opressores imaginavam, a Igreja crescia cada vez mais, derrotando Herodes e Césares que intentaram aniquilar a Igreja de Cristo. A Igreja não é uma organização humana, antes é uma unidade orgânica no corpo de Cristo, e por isso é indestrutível.

Outra característica da verdadeira Igreja de Cristo, irmãos, é que ela nunca foi maioria. Todos nós sabemos que a verdade é desprezada neste mundo perverso, e totalmente fragmentada e relativizada em nossos dias. O Senhor Jesus disse que serão poucos os que seguirão a verdade. Essa história de encher igrejas com artimanhas do tipo marcha para Jesus, João Pessoa para Cristo, isso não passa de invenção humana totalmente destituída do poder do Espírito Santo, e só gera confusão.

Precisamos lembrar que, comparada aos filhos do mundo, a verdadeira Igreja sempre foi minoria. Portanto, essa história de querer converter todo mundo, João Pessoa para Cristo, igrejas entupidas de indivíduos que não formam um corpo, isso é totalmente antibíblico. Até mesmo os grandes avivamentos na história da Igreja, sempre começaram com poucas pessoas orando, e nunca com grandes passeatas ou artimanhas do gênero.

Mesmo assim, estes missionários fieis, estes poucos membros da verdadeira Igreja, como os primeiros discípulos de Jesus transtornaram o mundo, porque, como disse o apóstolo Paulo em 2Co 2.14, por onde eles passavam espalhavam a fragrância de Cristo, que é o conhecimento de Deus. Este era o zelo de Paulo: o correto ensino da doutrina.

Conforme os versículos que nós lemos, somente seguindo a Palavra de Deus sem qualquer desvio, sem qualquer acréscimo provindo de fábulas e genealogias é que a Igreja de Deus é coluna e baluarte da verdade. Este foi o projeto inicial para a nossa Igrejinha neste bairro, e é por isso que lutamos até hoje, para ensinar a palavra de Deus aos irmãos, com integridade, a fim de que vivam de acordo com a sua vontade, no poder do Espírito Santo. Não nos interessamos pela quantidade de membros. Isso não é da nossa conta.

O que nos interessa é ser conhecidos como uma verdadeira igreja do Senhor, que cresce no conhecimento do Senhor, para testemunhar a sua maravilhosa salvação. Aos que compõem a verdadeira igreja do Senhor não importa sequer a denominação religiosa a qual pertencem; isso é secundário e bem secundário mesmo. É coisa de homens. O principal, o que importa mesmo é ter certeza de que nós realmente fazemos parte da verdadeira Igreja de Cristo, o que só pode ser comprovado pelo nosso testemunho de vida em obediência à palavra de Deus, com amor, amor aos irmãos, amor pelas almas perdidas, amor pelo reino de Deus.

Esta é a verdadeira Igreja, a Igreja que é coluna e baluarte da verdade, que deve ser ensinada com esmero, para que, pelo seu testemunho de amor a Deus e ao próximo, os salvos sejam acrescentados por Deus, no seu tempo, e capacitados a resistir a qualquer tipo de tribulação que lhes sobrevenha. Esse é o ensino bíblico acerca da verdadeira Igreja. Que Deus nos conceda a graça de amar os seus ensinamentos, guardá-los no coração, e pô-los em prática em nosso dia a dia, para louvor da sua glória. Amém.

 

Categoria: Geral, MENSAGENS
Publicado em por Pr. Juarez Rodrigues