Boletim da Semana

BOLETIM 646 – 01.12.2019

O Espírito Santo, a Terceira Pessoa da Trindade é, sem dúvida, a menos conhecida entre as três pessoas da Trindade Santíssima, embora seja o Deus que está conosco e nos conduz até a volta do Senhor Jesus, para nos buscar.

BOLETIM 645 – 24.11.2019

Em sua segunda vinda Jesus virá como Juiz e não mais como Salvador. Será que você aguarda esse dia, certo de que isto será a absolvição completa e pública dos eleitos do Pai e você é um deles? Então, glorifique a Deus.

BOLETIM 643 – 10.11.2019

Somente após a ressurreição e ascensão de Jesus e a descida do Espírito Santo, os apóstolos tiveram coragem para enfrentar o mundo e pregar o evangelho da salvação com intrepidez.

BOLETIM 572 – 17.06.2018

Religião é uma criação do homem  pecador em busca de seus deuses e de seus favores. Nesse sentido, o Cristianismo não é uma religião, uma vez que, segundo a doutrina bíblica, é Deus quem busca o homem pecador para salvá-lo.

BOLETIM 571 – 10.06.2018

Assim como a fé é a causa instrumental da nossa salvação, a causa essencial da salvação é a graça. Assim, a ordem sequencial e natural é graça, fé, salvação e obras de Deus em nós e através de nós, para  a nossa santificação.

BOLETIM 568 – 20.05.2018

Depois da Queda e antes da Redenção, todas as ações do homem natural, ainda que aparentemente boas,  são pecado contra Deus, uma vez que não visam à sua glória. Dependemos totalmente da graça de Deus.

BOLETIM 567 – 13.05.2018

Se as nossas crianças forem ensinadas sobre as maravilhas que Deus fez, elas não terão dificuldades em conviver com os ensinamentos das escolas seculares, que desconsideram a soberania de Deus sobre a sua criação.

BOLETIM 566 – 06.05.2018

Embora sejamos salvos pela fé somente, a fé que justifica sempre estará acompanhada das boas obras de Deus, preparadas desde a eternidade para que os salvos as façam.

BOLETIM 565 – 29.04.2018

Ser religioso não á a mesma coisa que ser crente. Na verdade, é o contrário. As únicas pessoas com as quais o Senhor Jesus foi hostil, e dirigiu palavras ofensivas, foram os religiosos da sua época.

BOLETIM 564 – 22.04.2018

Como somos pecadores, viver em comunhão uns com os outros não é apenas difícil. Na verdade, é impossível. Por isso, precisamos da direção do Espírito Santo em nossas vidas. Somente em Cristo podemos viver em comunhão.

BOLETIM 563 – 15.04.2018

Muitas vezes vemos pessoas se desdobrando nos trabalhos da igreja, dizendo que estão trabalhando para o reino de Deus, mas sabemos que tais pessoas não cuidam dos da sua própria casa. Quanta ignorância do reino de Deus.

BOLETIM 562 – 08.04.2018

O sacrifício de Jesus na cruz do Calvário foi para cumprir a lei, para apaziguar a ira do Pai por causa dos pecados da humanidade. Porém, conquanto suficiente para todos, foi eficiente apenas para os leitos do Pai.

BOLETIM 561 – 01.04.2018

A Páscoa original é a comemoração pela libertação dos hebreus da escravidão do Egito, pelo sangue do cordeiro nas vergas das portas, simbolizando a nossa libertação da escravidão do pecado, pelo sangue do cordeiro derramado na cruz do Calvário.

BOLETIM 560 – 25.03.2018

Quando lemos os profetas vemos a acusação de Deus ao seu povo, aos profetas falsos quase em sua totalidade. Com base em que os irmãos acham que os pastores de hoje são fiéis, se não ensinam a Palavra de Deus?

BOLETIM 559 – 18.03.2018

Assim como Jeremias chorou diante dos escombros de Jerusalém, todo pastor fiel chora diante dos escombros espirituais da igreja. Porém, como Jeremias, busca trazer sempre à memória as misericórdias do Senhor.

BOLETIM 558 – 11.03.2018

Será que as pessoas veem a Igreja, o “Israel de Deus”, como os profetas o viam? Então, como não veem a idolatria, a prostituição e a corrupção infiltrada na igreja a partir das lideranças?

BOLETIM 557 – 04.03.2018

Deus criou todas as coisas para o seu próprio prazer, e todas as coisas dependem dele. Como somos criados a sua imagem e semelhança, este conhecimento deve nos levar a adorar a Deus sobre todas as coisas, independentemente das circunstâncias.

BOLETIM 556 – 25.02.2018

Algumas pessoas ditas crentes, inclusive e principalmente pastores pensam que têm o mesmo dom que Jesus deu aos seus apóstolos. Estas pessoas estão erradas. Apóstolos foram apenas os doze escolhidos pelo Senhor para aquele ministério. Eles eram a palavra de Deus. Nós temos a palavra de Deus nas Escrituras Sagradas.

BOLETIM 555 – 18.02.2018

Você acha para o poder para operar um milagre é maior do que o poder necessário para pregar o evangelho? ou, em outros ternos, é mais fácil pregar o evangelho do que operar um milagre?

BOLETIM 554 – 04.02.2018

O sangue de Cristo tem poder! Você sabe o que isso realmente significa, ou, como muitos ditos crentes, acha que esta frase funciona como um “abracadabra cristão”?

BOLETIM 553 – 28.01.2018

Muitos ditos evangélicos criticam a Igreja Católica Romana por causa das suas “Sagradas Tradições”, mas não enxergam que vivem da mesma maneira, valorizando muito mais as regras, os dogmas da igreja do que a Bíblia.

BOLETIM 552 0 21.01.2018

Ler a Bíblia é uma coisa, meditar em alguma passagem da Bíblia é outra coisa, estudar a Bíblia é outra coisa. Para estudar a Bíblia, precisamos da iluminação do Espírito Santo, senão podemos ler a Bíblia, e até meditar em alguma passagem bíblica, porém, sem discernimento.

BOLETIM 551 – 14.01.2017

Já imaginaram ouvir de um pastor, que teologia é besteira? Ora, teologia é o estudo sobre Deus, conforme ele mesmo se revelou nas Escrituras Sagradas.

BOLETIM 549 – 17.12.2017

Se você pensa que a realidade do mal é algo fora dos planos de Deus, ou mesmo fora do seu controle, está muito enganado. Deus é Senhor absoluto sobre a sua criação e sobre todos os acontecimentos, sejam bons ou maus.

BOLETIM 548 – 10.12.2017

Se você pensa que mordomia cristã trata apenas de dízimos o ofertas, está enganado. A partir da vida, Deus nos dá a administração de todos os bens da sua criação. Portanto, de tudo, como despenseiros féis, devemos lhe tributar.

BOLETIM 547 – 26.11.2017

Quando vemos ditos irmãos empunhando bandeiras e faixas contra governos e contra injustiças sociais, devemos questionar: eles estão certos? O que a Bíblia nos diz a esse respeito?

BOLETIM 546 – 19.11.2017

Pelo testemunho da maioria dos dos irmãos de qualquer igreja, será que os pastores têm ensinado o que significa ser discípulos de Jesus e a implicação desse discipulado?

BOLETIM 545 – 12.11.2017

Acabamos de festejar a Reforma Protestante! Para onde foi a Reforma? Por acaso a chamada Igreja Evangélica não se assemelha à Torre de Babel? São tantas denominações, tantas missões, tantos evangelhos, que não há como enquadrar tamanha diversidade na unidade que o Senhor Jesus ordenou.

BOLETIM 543 – 29.10.2017

Estamos nos festejos da Reforma Protestante. Que Reforma? Para onde foi a Reforma? Cadê a Igreja Reformada? A forma de vida dos ditos reformados, realmente é um protesto contra o mundo que jaz em trevas? Reflita!

BOLETIM 542 – 22.10.2017

A igreja sempre foi perturbada pelos falsos mestres e seus falsos ensinos. Por isso, compete ao pastor, demonstrando o zelo pelas ovelhas de Cristo, ensinar incansavelmente as doutrinas bíblicas, ainda que muitos não gostem.

BOLETIM 541 – 15.10.2017

Você foi salvo? Então isto será demonstrado em uma vida de santidade, obediência à palavra de Deus, palavra que será estuda com diligência. Não há como ser diferente.

BOLETIM 538 – 24.09.2017

A Igreja não tem uma missão. Ela é a missão de Deus no resgate dos seus eleitos, pela proclamação do evangelho da salvação.

BOLETIM 537 – 17.09.2017

A grande maioria dos ditos evangélicos nunca passou pela experiência do arrependimento. Como não há conversão sem arrependimento, estas pessoas estão equivocadas quanto à salvação.

BOLETIM 536 – 10.09.2017

Podemos desanimar por diversos motivos. O desânimo espiritual, porém, quase sempre é resultado de pecados dos quais temos alguma dificuldade de nos desembaraçar. Clamemos, pois, pela graça de Deus.

BOLETIM 535 – 03.09.2017

Devemos julgar os falsos pastores e os seus falsos ensinos. Diferentemente do que muitos pensam, o julgamento segundo a Palavra de Deus é ordenado pela própria Palavra.

BOLETIM 534 – 27.08.2017

Os pensamentos de Deus são de paz, e não de mal, para os seus eleitos. O que precisamos saber é que esses pensamentos de Deus não são os nossos pensamentos, e  estão revelados na sua Palavra, para que os seus eleitos os conheçam.

BOLETIM 533 – 20.08.2017

Os que foram salvos, como consequência, devem resistir ai pecado, devem andar em santidade de vida, até ficarem semelhantes a Jesus, o seu Salvador e Senhor.

BOLETIM 532 – 13.08.2017

A  verdadeira fé consiste em conhecer a vontade de Deus, obedecer, e confiar que ele nos conduzirá para a glória eterna.

BOLETIM 531 – 06.08.2017

Temos o dever de admoestar um irmão faltoso. A questão é: A minha vida é referencial de santidade para que eu possa repreender o meu irmão?

BOLETIM 530 – 30.07.2017

Todos os que se dizem evangelistas, sejam missionários ou pastores, mas que não se afadigam no estudo diligente da palavra para ensiná-la com integridade, são falsos evangelistas, ministros de Satanás.

BOLETIM 529 – 23.07.2017

Você sabe discernir a verdade e a mentira? Você reconhece a verdadeira profecia no ensino do seu pastor? Então agradeça a Deus, e peça mais graça para pôr em prática o que aprende a cada dia.

BOLETIM 528 – 16.07.2017

Você vive ansioso por causa de bens materiais? Então, arrependa-se e busque o bem mais precioso que se pode ter neste mundo, que é o conhecimento de Deus, conforme ele mesmo nos revelou nas Escrituras Sagradas.

BOLETIM 527 – 09.07.2017

O que é mais importante para você? Milagres, sinais, maravilhas, curas, ou o perdão dos seus pecados,  intimidade com Deus, através de uma vida de santidade progressiva?

BOLETIM 526 – 02.07.2017

Os dízimos, instituído por Deus na lei cerimonial levítica, devem servir como balizadores para as nossas ofertas mensais e regulares, para a manutenção da Igreja, sustento pastoral, e auxílio aos necessitados, como ordenado por Deus..

BOLETIM 525 – 25.06.2017

Normalmente os ditos crentes se arvoram em pregar o evangelho, mas não se preocupam com o testemunho que as pessoas, inclusive aquelas para quem pretensamente pregaram, dão a seu respeito.

BOLETIM 524 – 18.06.2017

Segundo o relato bíblico, entre centenas ou milhares de falsos profetas, uns poucos profetas fieis, com suas mensagens tidas como negativas e derrotistas, não foram eficazes para reverter a decadência moral e a destruição de Israel. Com a Igreja não é diferente.

BOLETIM 523 – 11.06.2017

Você já pensou na horaria que é ser credenciado por Deus, o criador do universo, para ser administrador da natureza criada? Pense nisso, e adore a Deus.

BOLETIM 522 – 04.06.2017

A sabedoria começa com a humildade de reconhecer que Deus é Senhor sobre todas as coisas, especialmente sobre nossas vidas.

BOLETIM 521 – 28.05.2017

Normalmente se ensina nas igrejas que Deus é amor, mas, com raríssimas exceções, também se ensina que o juízo de Deus está incluído no seu amor, seja para condenar os perversos, seja para disciplinar os salvos.

BOLETIM 520 – 21.05.2017

Discernimento não é uma graça milagrosa, como muitos pensam e pedem a Deus. Discernimento é fruto do conhecimento. Portanto, para discernir corretamente sobre coisas espirituais, precisamos estudar a Bíblia.

BOLETIM 519 – 14.05.2017 

As mães são pessoas especiais, porque receberam de Deus o dom da maternidade, o que não quer dizer que sejam doadoras da vida. É esse equívoco que leva à adoração de Maria.

BOLETIM 518 – 07.05.2017

Como Igreja, nós estamos seguindo os desígnios do Senhor, claramente registrados nas Escrituras Sagradas, ou seguimos as tradições religiosas das denominações, mesmo afirmando fidelidade ao Senhor?

BOLETIM 517 – 30.04.2017

O ser humano não tem nenhum motivo para ser arrogante, soberbo e altivo, principalmente o crente. Afinal, o salvo sabe que a arrogância precede a queda.

BOLETIM 516 – 23.04.2017

Queres a paz? Prepara-te para a guerra. Pois é, nesta preparação para a guerra, precisamos estar munidos da justiça, da piedade, da fé, do amor, da constância e da mansidão (1Tm 6.111Tm 6.11)

BOLETIM 515 – 16.04.2017

A páscoa mercantilizada como o mundo a conhece é fruto da natureza pecaminosa dos homens, que sempre temerão a verdade, e inventarão as suas próprias tradições.

BOLETIM 514 – 09.04.2017

Você já considerou que a morte de Jesus na cruz do Calvário demonstra não apenas o amor de Deus, mas, também, a sua ira santa por causa dos nossos pecados?

BOLETIM 513 – 02.04.2017

Você sabia que o ecumenismo é um a cilada de Satanás visando a promover o sincretismo religioso na Igreja de Cristo?

BOLETIM 512 – 26.03.2017

A pregação, o ensino da palavra de Deus é a obra mais importante do ministério de um pastor, e deve ser o momento mais esperado por parte da igreja.

BOLETIM 510 – 12.03.2017

Longanimidade é paciência esticada, a paciência que Deus tem conosco, pecadores que teimam em não obedecer à sua palavra. Louvado seja o nosso Deus pela sua longanimidade.

BOLETIM 509 – 05.03.2017

O ministério de um pastor constituído pelo Espírito Santo é conduzir as ovelhas do Senhor Jesus pelo caminho do discipulado, para que todos cresçam no conhecimento de Deus, e testemunhem a salvação que receberam pela graça.

BOLETIM 508 – 19.02.2017

Disse Jesus: “Está consumado”! Por que isso não nos basta? Por que ficamos ansiosos, angustiados neste mundo corrompido? Será que não entendemos o que significa “está consumado”?

BOLETIM 507 – 12.02.2017

Diferentemente do que normalmente se concebe, Igreja não é um lugar, um prédio, ou uma organização religiosa. Igreja é a assembleia dos salvos, onde quer que se reúnam para aprender a palavra de Deus, e onde quer que estejam praticando as boas obras de Deus.

BOLETIM 506 – 05.02.2017

O verdadeiro pastor é aquele que leva as ovelhas a verdes pastos e a águas tranquilas, que é o conhecimento de Deus.

BOLETIM 505 – 29.01.2017

Se nos cultos a alegria dos participantes precisa ser produzida pelos dirigentes, que agem como se fossem animadores de auditório, este culto é falso, a adoração é falsa, e tudo não passa de abominação ao Senhor.

BOLETIM 504 – 22.01.2017

Você sabe o que é Igreja? Você faz parte da Igreja de Cristo? Então você é ensinado, conduzido por um pastor constituído pelo Espírito Santo, submisso ao seu ensino.

BOLETIM 503 – 15.01.2017

Conquanto a revelação de Deus seja progressiva, ela está completa nas Escrituras Sagradas. À medida em que crescemos no conhecimento do Senhor, o Espírito Santo nos revela novas verdades que ainda não tínhamos condição de discernir.

BOLETIM 502 – 08.01.2017

Se você ouviu a voz de Deus chamando-o da morte para a vida, das trevas para a luz, então continuará ouvindo a mesma voz de Deus chamando-o constantemente à santificação.

BOLETIM 501 – 18.12.2016

Os pastores fieis na pregação da palavra de Deus são muito poucos, e, pela graça de Deus, podem ser encontrados em qualquer denominação.

BOLETIM 500 – 11.12.2016

Quem são os responsáveis pela morte de Jesus? Você acha que tem alguma culpa nisso?

BOLETIM 499 – 04.12.2016

Somos raça eleita, nação santa, é verdade, mas isso não nos abre o direito ou mesmo a possibilidade de cantar vitória ufanista. Quando sabemos que fomos escolhidos pela graça de Deus, só nos resta adorá-lo.

BOLETIM 498 – 27.11.2016

A sua fé é racional? Como Paulo, você sabe em quem tem crido? Você sabe porque crê, e para que crê? Então louve a Deus, porque ele o salvou.

BOLETIM 497 – 20.11.2016

Você realmente sabe o valor de um amigo? E se esse amigo for Jesus? Certamente não pode haver privilégio maior do que este. Porém, como Jesus é o Senhor do universo, os seus amigos o servirão com amor e obediência.

BOLETIM 496 – 13.11.2016

Você confessa que Jesus é o seu Salvador? Mas você o reconhece e obedece como seu Senhor? Se não for assim, a sua confissão é pura hipocrisia, e você está em pior situação do que os ladrões e as prostitutas.

BOLETIM 495 – 06.11.2016

A salvação, a redenção, a conversão dos eleitos de Deus é um milagre muito maior do que a criação. Veja a mensagem.

BOLETIM 494 – 30.10.2016

Para ensinar os valores do reino de Deus aos nossos filhos, precisamos ter clareza e honestidade sobre os nossos valores. Quais são as nossas prioridades? Onde está posto o nosso coração? No eterno, ou no temporal? Pense nisso, pois é isso que passaremos aos nossos filhos!

BOLETIM 493 – 23.10.2016

Qual o seu conceito de Igreja? Igreja é a congregação de pessoas que, antes e acima de tudo, têm consciência de que são pecadoras remidas, em processo de santificação, mas totalmente carentes da graça de Deus, até mesmo para adorá-lo.

BOLETIM 492 – 15.10.2016

Como saber se Cristo nasceu em nossos corações? Só há um jeito: se apresentarmos frutos dignos de arrependimento, e crescermos em santidade de vida.

BOLETIM 491 – 09.10.2016

Jesus é o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. Portanto, como é bom saber que se Deus é por nós, ninguém será contra nós. A questão é: será que todos sabem e lembram que, se ele for contra nós, ninguém será por nós?

BOLETIM 490 – 02.10.2016

Em seu ofício sacerdotal, o Senhor Jesus não apenas ofereceu sacrifício pelos eleitos do Pai, como foi o próprio sacrifício. Além disso, como sacerdote, ele continua a interceder por nós junto ao trono do Pai (Rm 8.33-34Rm 8.33-34).

BOLETIM 489 – 25.09.2016

Como Mediador do pacto eterno de Deus, Jesus desempenha o ofício de Profeta, aquele que fala da parte de Deus Pai. A questão é: Será que temos dado ouvidos ao Profeta? Gostamos da sua doutrina, e nos esforçamos para praticá-la?

BOLETIM 488 – 18.09.2016

Segundo as Escrituras, a partir da Queda, os nossos pecados fazem separação entre nós e Deus. Por isso, precisamos de um Mediador que nos leve de volta a Deus, e este, obrigatoriamente, precisa ser divino, o próprio Deus Filho.

BOLETIM 487 – 11.09.2016

Muitas pessoas ditas crentes imaginam que as coisas boas vêm de Deus, e as coisas ruins vêm do diabo. Elas estão enganadas. Todas as coisas vêm de Deus, segundo o seu propósito. Por isso, precisamos conhecê-lo e nos submeter à sua vontade.

BOLETIM 486 – 04.09.2016

Todo aquele que Deus inclui no seu pacto eterno da salvação, como parte da sua graça, demonstra essa graça através da obediência à palavra de Deus. Portanto, ser desobediente e pensar que é crente faz parte do autoengano do pecado.

BOLETIM 485 – 28.08.2016

Todo aquele que foi incluído na aliança de Deus, no pacto da graça, sabe que a graça da salvação traz consigo a obediência, a disciplina, no sentido de que Deus seja louvado e glorificado nos seus salvos.

BOLETIM 484 – 21.08.2016

Não é possível conhecer o amor, a graça e a misericórdia de Deus sem conhecer a terribilidade do pecado. Sem conhecer a doutrina da Queda, não é possível conhecer a doutrina da justificação. Os salvos sabem disso.

BOLETIM 483 – 14.08.2016

Aos que pensam que o bem é de Deus, e que o mal é de Satanás, convém lembrar que o próprio Satanás é de Deus. Portanto, o bem e o mal são de Deus, e ele os usa conforme os seus propósitos eternos, para louvor da sua glória, ainda que não entendamos.

BOLETIM 482 – 07.08.2016

Quando falamos no dia do Senhor, devemos lembrar que, se para os eleitos será um dia de júbilo, para os ímpios será um dia de condenação eterna. Por isso, enquanto esse dia não chega, não paremos de testemunhar a maravilhosa salvação do Senhor Jesus, enquanto ele chama os seus eleitos.

BOLETIM 481 – 31.07.2016

Quem é capaz de discernir a Trindade Santíssima? Este é um mistério que vai além da nossa razão. Porém, pela sua graça, Deus nos infunde fé para que creiamos na ação de cada uma das três pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo na obra da criação, bom como na obra da redenção.

BOLETIM 480 – 24.07.2016

Nosso Deus é o único Deus. Portanto, o nosso culto, a nossa adoração precisa ser dirigida unicamente a ele. Esta é uma atitude natural e lógica de quem foi agraciado com a salvação em Cristo Jesus.

BOLETIM 479 – 17.07.16

Aquele que prega o evangelho precisa conhece e viver o evangelho. Quando isso não ocorre, temos um a pregação falsa, sem poder, razão pela qual as igrejas pioram a cada dia, entupidas de ímpios que se imaginam crentes.

BOLETIM 478 – 10.07.2016

O que é a verdade? A verdade precisa ser vista como algo real e físico, já que Deus é a própria verdade. Portanto, Deus é o padrão da verdade que devemos viver, enquanto nos assemelhamos cada vez mais a Jesus Cristo.

BOLETIM 477 – 03.07.2016

Você sabe porque Deus é misericordioso? Porque existe a miséria do pecado. Você sabe porque precisamos da misericórdia de Deus? Porque somos miseráveis pecadores. Como nosso Deus é maravilhoso!

BOLETIM 476 – 26.06.2016

Quando conhecemos a justiça de Deus temos plena confiança de que somos julgados na medida exata, tanto para correção dos eleitos, para a santificação, como para punição eterna dos ímpios.

BOLETIM 475 – 19.06.2016

De todos os atributos de Deus, a sua santidade é o que podemos chanar de a joia mais preciosa da sua coroa, uma vez que ela está presente e lustra, fortalece todos os outros atributos.

BOLETIM 474 – 12.06.2016

Algumas pessoas dizem que Deus é o Deus do impossível. Elas estão erradas em sua concepção. Na verdade, Deus é Deus do possível, já que para Deus não há coisa demasiadamente difícil  (Gn 18.14Gn 18.14).

BOLETIM 473 – 05.06.2016

Deus é onisciente, e nós, limitados, parciais no conhecimento de Deus até mesmo para admirá-lo em sua onisciência. Como nós precisamos da graça de Deus, e como lhe damos graças porque ele sabe disso, e tem misericórdia de nós.

BOLETIM 472 – 29.05.2016

Deus, na sua sabedoria, elaborou um plano perfeito para a nossa salvação. Ora, se o plano é divinamente perfeito, nós só podemos alcançá-lo com a nossa compreensão limitada, por causa da mesma graça de Deus que nos salvou.

BOLETIM 471 – 22.05.2016

O nosso Deus infinito é incompreensível ao homem finito. Porém, em sua sabedoria, Deus se dá a conhecer, e ilumina a compreensão aos seus eleitos. Por isso, não nos é lícito deixar de saber e compreender a sua revelação nas Escrituras Sagradas.

BOLETIM 470 -15.05.2016

Deus é imutável! Por isso, como ele nos salvou, haverá de nos levar para a sua glória. Pois bem, uma vez salvos, recebemos o atributo da imutabilidade, e devemos viver como salvos que não podem perder a salvação.

BOLETIM 469 – 08.05.2016

A nossa finitude secular não nos permite discernir a eternidade de Deus. Talvez esta seja uma das razões pela qual muitos não consideram a certeza de que terão de passar a eternidade no inferno, ou no céu.

BOLETIM 468 – 01.05.2016

Não são os sacrifícios externos, não é o espetáculo do culto, ou o culto espetacular que agrada a Deus, e sim a pureza de um coração quebrantado e contrito.

BOLETIM 467 – 24.04.2016

Muitos ditos cristãos estão sempre prontos a criticar os ateus-confessos, mas, em suas ações, equiparam-se aos ateus, já que desconsideram o Deus soberano, fazendo pouco ou nenhum caso da sua palavra.

BOLETIM 466 – 17.04.2016

Que Deus é Senhor, é ponto pacífico no cristianismo. Que a Bíblia é a palavra de Deus, também é ponto pacífico entre os ditos evangélicos. Então, devemos envidar todos os nossos esforços para obedecer a Palavra do Senhor.

BOLETIM 465 – 10.04.2016

Vindicar o suposto direito ao pretenso livre arbítrio pode ser uma demonstração de desconsideração da soberania de Deus.

BOLETIM 464 – 03.04.2016

Os verdadeiros convertidos sabem que o milagre da conversão inicia com a conscientização da miséria do pecado em que viviam, o que os leva ao arrependimento, em temor e obediência as Deus, que os salvou.

BOLETIM 463 – 27.03.2016

Você sabe qual o significado da expressão “o sangue de Cristo tem poder”, comumente utilizada por muitos ditos evangélicos como uma espécie de abracadabra cristão?

BOLETIM 462 – 20.03.2016

O evangelho não tem por finalidade transformar pessoas más em pessoas boas, e sim, salvar pecadores do inferno, e levá-los para a glória eterna do Pai.

BOLETIM 461 – 13.03.2016

Se o desejo mais profundo do nosso coração não for o louvor da glória de Deus, fatalmente, de forma hipócrita, o que realmente buscamos é a nossa própria glória.

BOLETIM 460 – 06.03.2016

Os salvos não terão dúvida de que deverão propor para si, no poder e na direção do Espírito Santo, uma finalidade exclusiva, qual seja a glorificação e a exaltação daquele que os criou e os salvou.

BOLETIM 459 – 28.02.2016

Se sabemos que todas as coisas cooperam para o nosso bem, como ensina Paulo, para o bem daqueles que amam a Deus, então porque tanta reclamação quando tais “coisas” não estão do jeito que nos agrada?

BOLETIM 458 – 21.02.2016

Precisamos estar alicerçados na Palavra. Afinal, as heresias são tão destruidoras quanto os mais horrendos pecados assim classificados pela sociedade.

BOLETIM 457 – 14.02.2016

A situação de depravação do pecador é tal, que nada menos que a ação da Trindade Santíssima pode redimi-lo. Uma vez salvo, o pecador redimido viverá em obediência àquele que o salvou.

BOLETIM 456 – 31.01.2016

Os salvos não têm a opção de escolher fazer qualquer coisa segundo o que pensam, discordando do que está claramente ordenado ou ensinado nas Escrituras.

BOLETIM 455 – 24.01.2016

A última petição da oração do Pai Nosso nos mostra o quanto precisamos do poder e da graça de Deus para caminhar em direção à sua santidade, para louvor da sua glória.

BOLETIM 454 – 17.01.2016

Porque somos pecadores, precisamos pedir a Deus perdão dos nossos pecados todos os dias. Porque somos perdoados, precisamos perdoar na mesma medida, conforme recitamos na oração do Pai Nosso. Será que consideramos a seriedade e a gravidade da nossa oração?

BOLETIM 453 – 10.01.2016

Você realmente ora a Deus pedindo o pão de cada dia, sabendo que é totalmente dependente de Deus, ou age como se fosse autossuficiente na provisão para você a para a sua família?

BOLETIM 452 – 03.01.2016

Para fazer a vontade de Deus, obviamente, é preciso, antes de mais nada, conhecê-la. Pois bem, tanto o conhecimento da vontade de Deus, como a capacitação para pô-la em prática, é garantida aos salvos pela graça de Deus.

BOLETIM 451 – 27.12.2015

Depois do Natal, retornamos à Oração do Pai nosso, agora com a segunda petição, uma consequência natural da primeira.

BOLETIM 450 – 20.12.2015

Feliz Natal a todos, entendido o verdadeiro sentido do Natal: que Jesus, o próprio Deus, veio ao mundo para salvar os eleitos do Pai, para louvor da sua glória.

BOLETIM 449 – 13.12.2015

O único ensinamento específico sobre oração nos foi dado pelo Senhor Jesus. Pois bem, na conhecida Oração do Pai Nosso podemos ver que a primeira coisa a ser observada e desejada é a santidade de Deus.

BOLETIM 448 – 06.12.2015

Deus é nosso Pai celeste, e não mãe celeste. Como alguns podem pensar, essa distinção não trata apenas de um problema de gênero, mas da autorrevelação de Deus, que não pode ser mudada.

BOLETIM 447 – 22.11.2015

Você precisa saber que, se as suas orações não estiverem centradas em Deus e na sua glória, que as suas orações fazem parte dos decretos de Deus para a consecução dos seus propósitos, então elas não servem para nada.

BOLETIM 446 – 22.11.2015

Você já se flagrou desejando o que pertence aos outros? Pois isso é o pecado da cobiça.

BOLETIM 445 – 15.11.2015

Não dirás falso testemunho contra o teu próximo, conforme o nono mandamento, não é nenhuma proibição para que um pastor alerte o seu rebanho contra os falsos mestres.

BOLETIM 444 – 08.11.2015

Sem dúvida, o ensino das igrejas de que devemos buscar riquezas, o que incentiva a prática da usura, da ganância, é frontalmente contrário ao ensino de Jesus e dos seus apóstolos.

BOLETIM 443 – 01.11.2015

Na conhecida “oração do Pai nosso”,  o pedido “livra-nos do mal”, diferentemente do que muitos pensam, não trata dos males que nos possam acontecer. Trata da mesma “tentação” da frase anterior, do pecado que pode nascer por causa da tentação. É isso!

1Pe 1.13-16 1Pe 1.13-16 Queridos, uma das pérolas da Reforma Protestante é a afirmação de que a Bíblia é a nossa única regra de fé e conduta, ou regra de fé e prática. Obviamente, conquanto os reformadores tenham se esforçado para implantar essa ideia, usando inclusive a força, instrumentos de tortura e até pena de morte para quem discordasse, a História da Igreja prova que eles não conseguiram, porque nada se consegue se não for pela graça de Cristo, e no seu poder. Hoje nós sabemos que, em muitas das suas práticas religiosas, inclusive com torturas e mortes em nome de Deus, os reformadores erraram. Porém, se no tempo de Lutero, Calvino, Knox, homens zelosos com o ensino da Palavra, e que até obrigavam as pessoas a praticá-la, nem sempre eles obtiveram sucesso no seu ministério, imaginem em nossos dias, quando o ensino é vergonhosamente negligenciado, e a Palavra de Deus é escandalosamente mercadejada. Pois é, mas, de forma cínica, a afirmação da Reforma Protestante continua sendo repetida pelas Igrejas ditas evangélicas dos nossos dias: a Bíblia é a nossa única regra de fé e conduta, ou regra de fé e prática. A questão é: se não há ensino correto das Escrituras, como alguém poderá praticar uma regra que não conhece? Indo mais além, ainda que haja ensino correto, precisamos saber que não há possibilidade de doutrinar quem não foi convertido. Não há possibilidade de santificar quem não foi justificado pelo sangue do Cordeiro. Então, a realidade das igrejas ditas evangélicas dos nossos dias é simplesmente terrível: entupidas de pessoas não convertidas recebendo ensinamento errado, e todos pensando que são crentes. Alguém pode negar essa realidade? Que importância se dá à palavra de Deus nas igrejas? Quantas vezes ela é usada para confrontar o pecado do povo? O que se vê e o que se ouve nos chamados cultos, senão posições pessoais dos pregadores, discursos psicologizados e politizados, além de cânticos agradáveis, sem nenhuma teologia? Ora, se nas igrejas é assim, o que esperar que esses ditos crentes reproduzam em suas casas? Pode-se esperar que eles estudem a Bíblia com os seus filhos? Pode-se esperar que eles cresçam em santidade de vida, sem o conhecimento da doutrina? E mais, pode-se imaginar que eles sejam convertidos, se não têm o menor desejo de saber qual a vontade de Deus para as suas vidas, conforme ele mesmo revelou na sua Palavra? Por acaso nós não vemos claramente que eles querem é dizer a Deus qual a vontade deles, para que Deus lhes conceda o que desejam? Quantos aqui estão nessa condição? Irmãos, queridos, a doutrina obrigatoriamente precede a santidade. Por isso, a palavra de Deus precisa ocupar o lugar central na vida do crente. É a palavra que salva; é a palavra que ensina; é a palavra que repreende; é a palavra que corrige; é a palavra que educa para a justiça; ou seja, é a palavra que santifica, como Paulo ensina a Timóteo (2Tm 3.14-162Tm 3.14-16). Aliás, este é o ensino de todos os apóstolos em suas cartas doutrinárias. Conforme eu lhes tenho dito, as cartas apostólicas não têm o objetivo de converter ninguém, e sim, doutrinar os convertidos, a fim de que eles cresçam em santidade de vida. Não há possibilidade de alguém crescer em santidade sem crescer no conhecimento da doutrina, uma vez que a doutrina é a expressão da vontade Deus para as nossas vidas. Por isso, o Senhor Jesus, orando ao Pai pelos seus discípulos, pede assim: Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade (Jo 17.17Jo 17.17). Ou seja, a santificação aumenta quanto mais conhecemos a palavra de Deus, o Santo, e foi ele quem ordenou: Sede santos como eu sou santo (Lv 11.44-45Lv 11.44-45). Mas isso é impossível! Como pecadores podem ser santos como Deus é santo? É isso que o apóstolo Pedro está ensinando aos irmãos a quem escreveu, observados alguns aspectos indispensáveis à nossa compreensão, conforme o texto que lemos. Precisamos partir do conhecimento de que os destinatários da carta são salvos pela ação maravilhosa de Deus Pai, que os elegeu, Deus Filho, pela aspersão do seu sangue, e Deus Espírito Santo, em santificação (1.1-2). Precisamos seguir no conhecimento de que aqueles irmãos, segundo a revelação dada a Pedro, uma vez salvos, são guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo (1.5). Como eu já disse, as cartas não visam à conversão, mas, à santificação dos convertidos, até que eles cheguem à glória eterna do Pai. Pois bem, a par desse conhecimento, o apóstolo segue confirmando o entendimento de que a salvação como um todo, tanto a eleição pelo Pai, como a justificação pelo Filho, também agora a santificação pelo Espírito é inteiramente pela graça (v.13). Observem que nós precisamos estar atentos a estes ensinamentos. É isso que quer dizer sede sóbrios: Ao contrário de um bêbado, disperso, os irmãos devem estar atentos à doutrina, cingindo o vosso entendimento, sabendo que a nossa santificação se dá pela graça de Cristo, pela ação do Espírito Santo, aquele que traz a revelação, e que ilumina o nosso entendimento. Irmãos, isso é maravilhoso demais! A nossa parte na salvação é apenas agir como filhos da obediência, enquanto buscamos o crescimento em santidade à medida que crescemos no conhecimento da doutrina. Como diz o salmista, por meio dos teus preceitos, consigo entendimento (Sl 119.104Sl 119.104). Isso quer dizer que cingir o entendimento de forma sóbria, ou atentamente, significa que nós precisamos agir constantemente no sentido de buscar esse entendimento, e o entendimento vem pelo conhecimento dos preceitos de Deus, como diz o salmista. Portanto, para entender a doutrina nós precisamos estudá-la, iluminados pelo Espírito Santo, orientados por um pastor-mestre constituído pelo mesmo Espírito Santo (At 20.28At 20.28). É isso que Pedro está fazendo com aqueles irmãos. É esse o papel de um pastor: apascentar, ensinar, conduzir o rebanho do Senhor. Não pode ser diferente! Ao invés de seguir a vida como vivíamos antes da conversão, segundo as paixões do mundo, agora, como filhos da obediência, não devemos mais nos conformar com este século, como Paulo também ensina aos Romanos (Rm 12.2Rm 12.2). Repito, todas as cartas apostólicas ensinam a mesma coisa: santidade de vida para aqueles que foram eleitos pelo Pai, justificados pelo Filho, e que agora são conduzidos pelo Espírito Santo. Observem que os salvos, não vivem mais na ignorância (v.14). Iluminados pelo Espírito Santo, pelo ensino de um pastor constituído pelo Espírito Santo, como Pedro está fazendo aqui, eles devem buscar a santificação; eles devem buscar a semelhança de Cristo em todo o seu procedimento (v.15), porque esta é a ordem de Deus, que os salvou completamente: Sede santos, porque eu sou santo (v.16). Prestem atenção, irmãos! Não há que se falar em salvação à parte da palavra de Deus. Não há que se falar em santidade à parte do conhecimento doutrinário, por meio dos preceitos de Deus, conforme ele, pela sua graça, nos revelou nas Escrituras Sagradas. Como o mesmo apóstolo Pedro se apresenta na sua segunda carta, graça e paz vos sejam multiplicadas, no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor (v.2), ele continua afirmando que esse pleno conhecimento de Deus nos é dado pelo seu divino poder, para que tenhamos todas as coisas que conduzem à vida e à piedade (v.2). Pois é, irmãos! Esse conhecimento completo está nas Escrituras Sagradas. Os salvos, como filhos obedientes, pela mesma graça que os salvou, haverão de buscar esse conhecimento, com a finalidade de serem santos, porque o Senhor é santo. Que Deus nos conceda graça para que, não apenas como um chavão herdado da Reforma Protestante, a Bíblia realmente seja a nossa regra de fé e prática, a fim de que vivamos para louvor da glória do nosso Senhor. Amém. " target="_blank" rel="noopener noreferrer">BOLETIM 442 – 25.10.2015

Normalmente nos gloriamos pelo fato de que nunca matamos ninguém, não é? Só que, honestamente, por diversas vezes nos iramos com algumas pessoas, a até já desejamos a sua morte. Pois é! Nestes casos, nós as matamos.

BOLETIM 441 – 18.10.2015

Todos temos plena consciência de que a sociedade está imersa numa crise de autoridade, e que o problema tem origem na família. Por que, então, não resolvemos o problema na nossa família?

BOLETIM 440 – 11.10.2015

Sábado significa dia de descanso, dia consagrado a Deus, após seis dias de trabalho, seja na concepção judaica, ou cristã. Precisamos dedicar um dia da semana especialmente para o Senhor, certos da sua sua provisão em nossas vidas.

BOLETIM 439 – 04.10.2015

É pecado jurar? De forma equivocada, muitas pessoas pensam que sim. Porém, isso não é verdade. Veja a orientação correta.

BOLETIM 438 – 27.09.2015

É muito fácil confundir adoração com idolatria, na mesma medida em que é muito fácil confundir a sã doutrina com a heresia.

BOLETIM 437 – 20.09.2015

Segundo as Escrituras, a salvação é pela graça, mediante a fé, e não pela lei. Porém, uma vez salvos, pela mesma graça e pela mesma fé, somos levados, constrangidos a obedecer a lei. Como Deus é maravilhoso!

BOLETIM 436 – 13.09.2015

Se você pensa que “levantar a mão” e “ir à frente”, como muitos membros de igrejas ditas evangélicas, você está muito enganado. Conversão é um milagre de Deus, para louvor da sua glória.

BOLETIM 435- – 06.09.2015

Você crê que é um predestinado para a salvação? Então, sem dúvida, você busca a santidade pelo estudo diligente da palavra de Deus, e pelo esforço em obedecê-la.

BOLETIM 434 – 30.08.2015

A disciplina aplica na Igreja e pela Igreja é divina, desde que seja aplicada de conformidade com a palavra do próprio Deus. Qualquer coisa diferente na aplicação da disciplina na Igreja é idolatria, abominação ao Senhor.

BOLETIM 433 – 23.08.2015

 Se você é convertido, então deve ser membro de uma Igreja, e reconhecer o seu pastor como um servo de Deus, por ele constituído exatamente para o seu ensino, a fim de que você cresça no conhecimento de Deus.

BOLETIM 432 – 16.08.2015

Conquanto saibamos que a Igreja é o corpo de Cristo, o próprio Senhor Jesus nos afirma que há joio misturado ao trigo. Por isso, sempre haverá conflitos na Igreja. Precisamos discernir o agir de Deus em nós e através de nós.

BOLETIM 431 – 09.08.2015

Você consegue ver compatibilidade entre a afirmação do Senhor Jesus com relação aos salvos, e as megaigrejas, ou os programas de crescimento de igrejas? Não? Então, todas estas pessoas estão enganadas. Elas não são salvas.

BOLETIM 430 – 09.08.2015

Que tipo de igreja você frequenta? É do tipo clube sociorreligioso? Que tipo de pregações você ouve? São do tipo psicologizado, adocicado, com o intuito claro de agradar o freguês? Então, mude de igreja, enquanto é tempo.

BOLETIM 429 – 26.07.2015

Ainda que a Igreja, enquanto organização humana, contenha pessoas não salvas misturadas às salvas, e em maior quantidade, ela é santa. Os salvos, mesmo em minoria, farão a diferença, sendo luz nas trevas.

BOLETIM 428 – 19.07.2015

Precisamos saber que, conquanto justificados, livres da condenação do pecado, ainda não estamos livres da corrupção do pecado. Por isso precisamos nos esforçar para crescer em santificação, no poder do Espírito Santo.

BOLETIM 427 – 12.07.2015

Conquanto a salvação seja individual, ele se torna coletiva no momento em que os salvos são acrescentados à Igreja, que é o corpo de Cristo, para que esta continue a missão do Filho de salvar os eleitos do Pai, no poder do Espírito Santo.

BOLETIM 426 – 05.07.2015

Segundo as Escrituras, não existe adoração ao Espírito Santo; existe adoração em Espírito. Não existe louvor ao Espírito Santo; existe louvor em Espírito. Não existe oração para o Espírito Santo; existe oração em Espírito, e o alvo e sempre Jesus.

BOLETIM 425 – 28.06.2015

Depois da exaltação e glorificação do Senhor Jesus, só lhe falta fazer uma coisa para a redenção total da criação: Voltar em glória para julgar vivos e mortos, e levar a sua Igreja para a glória eterna do Pai. Amém. Vem Senhor Jesus (Ap 22.20Ap 22.20).

BOLETIM 424 – 21.06.2015

Você já pensou na importância da ascensão de Jesus para a nossa Salvação? Sem dúvida, dos acontecimentos extraordinários na vida de Jesus, este é o menos considerado pela Igreja.

BOLETIM 423 – 14.06.2015

A ressurreição de Jesus é a comprovação de que a sua obra, realmente, está consumada. Ela nos garante que também ressuscitaremos com ele no último dia.

BOLETIM 422 – 07.06.2015

A Bíblia nos afirma que Jesus morreu a nossa morte. Então, porque todos os homens continuam a morrer neste mundo?

BOLETIM 421 – 31.05.2015

O grande sofrimento de Jesus e a sua morte foram apenas a intensificação da sua vida. Foi para isso que ele veio ao mundo: para morrer em lugar dos eleitos do Pai, para louvor da sua glória.

BOLETIM 420 – 24.05.2015

Você sabe o que significa o versículo todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus? Precisamos discernir as Escrituras para poder confessar Jesus em espírito e em verdade.

BOLETIM 419 – 17.05.2015

Se Jesus é o unigênito (único gerado) Filho de Deus, como afirmam as Escrituras, como nós podemos também ser filhos de Deus?

BOLETIM 418 – 10.05.2015

Você sabia que Jesus Cristo não é um nome próprio composto? Jesus é um nome próprio que significa salvador, e Cristo é um nome comum, um título que que significa ungido. Cristo é a unção necessária para Jesus ser o salvador.

BOLETIM 417 – 03.05.2015

Todos costumam afirmar que Jesus é o seu Salvador. A questão é: Ele salva de que, mesmo?

BOLETIM 416 – 26.04.2015

Muitos ditos evangélicos sentem-se desconfortáveis diante da doutrina da soberania de Deus. Outros, simplesmente, não a aceitam. E você? Como vê essa questão?

BOLETIM 415 – 19.04.2015

Sobre Deus Pai, o nosso criador, mantenedor e salvador.

BOLETIM  414 – 12.04.2015

Você tem dificuldade com a doutrina da Trindade? Neste boletim apresentamos algumas bases doutrinárias.

Boletim 413 – 05.04.2015

Há uma frase muito conhecida entre os partidários do Ecumenismo: Nas questões essenciais, unidade; nas questões não essenciais, liberdade. E em todas as questões, caridade. Isso parece piedoso. Porém, o problema é ter discernimento para diferenciá-las.

BOLETIM 412 – 29.03.2015

A teologia da cruz nos fala de expiação; nos fala de redenção; nos fala de reconciliação; nos fala de propiciação. Todas estas coisas são importantes para que saibamos qual o significado da cruz para a nossa salvação.

Êx 19.6Êx 19.6; 1Pe 2.9 1Pe 2.9 Queridos, por causa de textos como por causa de textos como Êxodo 19.6 e 1Êxodo 19.6 e 1Pedro 2.9, Pedro 2.9, a maioria dos ditos evangélicos imaginam-se grande coisa. Afinal, quem era e quem é esta nação santa? Vamos fazer um breve passeio na evolução histórica da Igreja, para ver onde nós nos encontramos no plano de Deus. Como sabemos, Deus criou o homem santo, inocente, mas capaz de escolher desobedecê-lo. Foi isto que o homem fez, e eu lhes asseguro que Deus não foi apanhado de surpresa quando Adão resolveu pecar. Como Deus é eterno e onisciente, ela já sabia que o homem iria quebrar o pacto, acarretando a maldição sobre toda a criação. Por isso, no plano eterno de Deus já havia a provisão para a redenção da criação em geral, e para a salvação dos seus eleitos em particular, através do Messias prometido, aquele que pisaria a cabeça da serpente (Gn 3.15Gn 3.15). Mas, na evolução imediata da raça humana, como consequência do pecado, a rebelião contra Deus foi a principal característica, a ponto de Deus destruí-la por completo, preservando apenas os seus eleitos, Noé e sua família, para que estes dessem continuidade ao plano eterno de Deus. Mais uma vez, a rebelião contra Deus continuou a ser a característica principal da humanidade que se refazia e se multiplicava. Na continuidade do seu plano eterno, Deus escolheu Abraão, para ser pai de uma grande nação, uma nação santa, modelo de santidade para o mundo. Através de Moisés, Deus lhes deu leis para discipliná-los, para conduzi-los ao Messias. O que caracterizou esta nação? A rebelião contra Deus, e a desobediência às suas leis. Pela sua graça, Deus lhes deu sacerdotes, o que já pressupunha um relacionamento rompido, uma vez que a função do sacerdote era ser intercessor e oferecer sacrifícios pelo povo. Com a morte de Moisés e seu sucessor Josué, instalou-se o caos social em Israel, e, perla sua graça, Deus lhes deu Juízes para julgar as causas do povo. O que caracterizou este período? Rebelião contra Deus. Cada vez que morria um Juiz, a situação do povo ficava pior do que antes (Jz 3.19Jz 3.19; 17.6; 21.25). O último juiz foi Samuel. A nação santa, que deveria ser modelo para as nações pagãs, rebelde contra Deus, preferiu copiar o modelo das nações pagãs, e insistiu para ter um rei. O povo não queria mais ser julgado pelos juízes constituídos por Deus. Com a monarquia instalada, os sacerdotes, agora sob o governo de reis perversos, corromperam-se totalmente. Mais uma vez, pela sua graça, Deus deu profetas ao povo, para lhes lembrar a lei, para denunciar a perversidade do povo, chamá-los a arrependimento, informar o juízo iminente, e para anunciar a vinda do Messias aquele que restauraria todas as coisas. O que caracterizou este período? Rebelião contra Deus. Os profetas foram mortos pelos reis e pelo próprio povo. Deus, então, pela sua graça, mandou o Messias prometido. O Filho de Deus, a palavra encarnada, fazendo sinais e maravilhas que comprovaram a sua divindade, e confirmaram as profecias a ser respeito. O que caracterizou este período? Rebelião contra Deus, a ponto de matarem Jesus, o Messias prometido, o Filho de Deus. Porém, pela sua graça, antes de ser crucificado, Jesus preparou os seus discípulos para que eles edificassem a sua Igreja, a continuidade da nação santa escolhida por Deus, como ensina o apostolo Pedro. Mais uma vez, o povo rebelde contra Deus, matou os apóstolos, em cumprimento da palavra de Jesus. “Então sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome” (Mt 24.9Mt 24.9). Os sucessores dos apóstolos, os pais da Igreja, como nós sabemos pela história da Igreja, tiveram o mesmo fim. Foram martirizados pela própria Igreja. Este foi um breve relato da evolução histórica da Igreja, conforme o texto bíblico. Em toda a história do povo de Deus, a tal nação santa, sempre se rebelou contra Deus; sempre houve no seu meio muito mais sacerdotes corruptos do que piedosos; muito mais profetas falsos do que profetas de Deus; mais falsos cristos do que o Cristo de Deus; muito mais falsos apóstolos do que apóstolos de Jesus; muito mais falsos pastores do que pastores verdadeiros. Assim foi, assim é, e assim será. E, como podemos ver no texto bíblico, em todas as épocas, os profetas de Deus sempre denunciaram os falsos, e por isso mesmo foram mortos, em cumprimento às Escrituras, porque o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeita à lei de Deis, nem mesmo pode estar (Rm 8.7Rm 8.7). Os falsos odeiam a verdade. Irmãos queridos, plagiando Paulo, desde que aqui cheguei, jamais deixei de vos ensinar a palavra com integridade. Há algum tempo iniciou-se uma oposição às minhas denúncias no púlpito, sob a alegação de receio a possíveis processos contra a Igreja. Até mesmo um presbítero falou da sua preocupação com o afastamento de irmãos, sugerindo que a causa é a constância das minhas exortações, e a forma constante como eu denuncio os falsos pastores e as falsas igrejas, o que pode estar gerando desconforto nos irmãos piedosos. O irmão chegou a dizer que, na sua avaliação, há muito tempo a qualidade do ensino na Igreja caiu, por causa das exortações e denúncias. Obviamente, eu precisei mostrar ao presbítero a minha convicção do contrário, assim como a sua falta de discernimento sobre o ensino bíblico. Eu não tenho ensinado outra coisa, senão a Palavra. Senão vejamos! A respeito das exortações, o que vemos na Bíblia são os profetas exortando todo o povo, independentemente de avaliar quem ali era piedoso ou não; vemos o Senhor Jesus chamando todos ao arrependimento, independentemente de avaliar quem ali já havia se convertido ou não, inclusive os seus próprios discípulos; vemos os apóstolos exortando as igrejas de forma geral, independentemente de saber quem ali era crente verdadeiro ou não; por fim, vemos o Senhor Jesus exortando as sete igrejas do Apocalipse, das quais apenas duas ficaram isentas das suas severas censuras, e Jesus não se preocupou se naquelas igrejas havia alguém piedoso, e certamente havia, nem se isso causaria algum desconforto aos crentes verdadeiros. É exatamente isso que eu faço, de acordo com as Escrituras. Assim como naquele tempo, quem hoje for piedoso agradecerá a Deus pelo zelo do seu pastor, pelo cuidado no sentido de que os irmãos se mantenham vigilantes contra as ciladas de Satanás, contra as fantasias deste mundo perverso, e lutem para viver em santidade. Quem se ofende com exortações da Palavra de Deus, certamente está em sérias dificuldades espirituais. Sobre as denúncias aos falsos pastores e falsas igrejas, como já foi dito antes, a profecia, a pregação com integridade sempre trouxe denúncia e anúncio. Assim fez o Senhor Deus através dos profetas do Velho Testamento; assim fez o Senhor Jesus em seus ensinos; assim fizeram os seus apóstolos; assim fizeram os pais da Igreja, e assim fizeram os reformadores. Por isso mesmo, quase todos foram mortos. Hoje, como não se pode matar os profetas verdadeiros, estes são rejeitados, ficam falando para pouquíssimas pessoas, e algumas delas ainda se aborrecem e os abandonam. Se isto nos deixa tristes por causa dos irmãos que não têm discernimento bíblico, por outro lado, ficamos alegres por saber que as Escrituras estão se cumprindo. É a Bíblia que nos ensina que há uma indisposição inerente ao pecador com relação a Deus e à sua palavra (Rm 8.7Rm 8.7). Por isso, qualquer motivo é suficiente para as pessoas não virem à igreja. Sem nenhuma dúvida, muitas não vêm porque não querem. Independentemente dos seus motivos, a não ser as que realmente estão impossibilitadas de sair de casa, todas elas discernem que precisam continuar com as suas atividades corriqueiras: vão a shopping, a supermercado, à casa de parentes e amigos, a consultórios médicos, etc, mas não conseguem discernir que precisam vir à Igreja para aprender mais sobre Deus, e para se edificar na comunhão dos irmãos. Sem discernimento bíblico, a Igreja é a sua última prioridade. E olhem que estamos falando do culto domingueiro, que tem a mesma cultura de missa ou de outro rito religioso qualquer. Quanto aos cultos de doutrina, aos estudos da teologia, nos quais nós temos melhores condições de ensinar e aprender, estes nem se fala. A frequência dos membros da igreja não chega a 10 pessoas. Portanto, meus queridos, eu tenho plena convicção bíblica, conforme foi exposto, que a tal nação santa de Deus sempre foi, é, e sempre será composta por muito pouca gente. Foi Jesus quem disse isso (Mt 22.14Mt 22.14). É por isso que eu insisto em ensinar, a exortar e denunciar. Porque a Igreja precisa aprender a discernir as coisas de Deus, e onde nós nos encontramos no plano eterno de Deus. Nós fazemos parte da Igreja de Cristo, ou apenas de uma organização religiosa que busca ser agradável aos seus frequentadores? Somente fazem parte da Igreja de Cristo as suas ovelhas. Acontece que, segundo o próprio Senhor Jesus, as suas ovelhas ouvem a sua voz e o seguem, e a voz de Jesus não vem do além. Ela sai da boca dos pastores constituídos pelo Espírito Santo (At 20.28At 20.28). Estes, por sua vez, sempre falam a palavra com integridade, mesmo que machuque, mesmo que fira, e as ovelhas de Jesus não devem ter nenhuma dificuldade em ouvi-la, porque sabem que a palavra que fere é a mesma palavra que cura, é a mesma palavra que conforta, que ensina e fortalece, para que possamos enfrentar e vencer este mundo perverso, enquanto crescemos em santidade para a glória de Deus. Qualquer coisa diferente disso, não é a Igreja de Cristo. Por isso, nós precisamos anunciar, exortar incansavelmente e denunciar corajosamente, para que os irmãos fiquem vigilantes, e não se deixem enganar por belas pregações que solapam a nossa capacidade de discernimento. Assim é a nação santa de Deus. Que Deus nos abençoe com o dom do discernimento, entendido que o discernimento é fruto do conhecimento. Portanto, que ninguém negligencie o estudo da Palavra de Deus. Amém." target="_blank" rel="noopener noreferrer">BOLETIM 411 – 22.03.2015

Segundo a nossa cultura antropocêntrica, todos nós somos bons. O ditos evangélicos, então, estes se imaginam maravilhosos. Só a lente de Deus, pela sua graça, é capaz de nos mostrar quem realmente nós somos. Louvado seja Deus.

BOLETIM 410 – 15.03.2015

Ao que parece, muitas pessoas, inclusive as ditas crentes, não sabem, mas o inferno, assim como o céu, é de Deus. Ambos fazem parte da criação com propósitos específicos, conforme designado por Deus na eternidade, para a sua glória.

BOLETIM 409 – 08.03.2015

Deus nos manda ser santos como ele é santo, mas sabe que isso é impossível, e ainda se ira conosco. Onde está, então, a sua justiça?

BOLETIM 408 – 01.03.2015

Normalmente as pessoas acham que não são más. Não matam, não roubam, e isso é suficiente para se imaginarem pessoas boas. Veja qual o ensinamento bíblico a esse respeito.

BOLETIM 407 – 22.02.2015

Você tem dado ouvidos aos ensinamentos da sã doutrina, ou prefere revelações extrabíblicas que o deixam mais confortável nesta vida?

BOLETIM 406 – 08.02.2015

Aos que dizem que não estamos mais na era da lei, e sim da graça, saibam que graça na lei, assim como há  lei na graça.

BOLETIM 405 – 01.02.2015

O que lhe dá uma sensação de segurança? O nome de família? A conta bancária? Uma herança? A aposentadoria garantida? Pois eu lhe digo que a segurança verdadeira é saber que Deus é nosso Pai.

BOLETIM 404 – 25.01.2015

O que você sabe sobre a verdade? Se conhece a verdade, que valor você dá a ela? Já pensou nisso?

BOLETIM 403 – 18.01.2015

Todos nós somos teólogos, bons ou maus, ainda que não nos demos conta disso. Portanto, por questão de obediência a Deus e por amor ao próximo, devemos nos esforçar para ser bons teólogos, estudando as Escrituras.

BOLETIM 402 – 11.01.2015

Você sabe o que são os símbolos de fé da nossa Igreja? Você sabe para que eles servem? Para nos ajudar a estudar a Bíblia. É uma pena que a Igreja os tenha deixado cair no esquecimento.

BOLETIM 401 – 04.01.2015

“Ano novo, vida nova”! Isto será verdade? Qual a base desta “verdade”? Vida nova somente em Cristo, com ou sem festa de ano novo.

BOLETIM 400 – 28.12.2014

Mais um ano se passou, cheio da graça de Deus. Louvado seja o seu santo nome! Amém.

BOLETIM 399 – 21.12.2014

Você sabia que o Natal de Jesus que festejamos, na verdade, é uma festa pagã introduzida na cristandade pelo Imperador Constantino? Então, o que é o verdadeiro Natal de Jesus para você?

BOLETIM 398 – 14.12.2014

Sabedoria, em termos bem simples, é usar o conhecimento de forma adequada. Portanto, nada melhor de adquirir tanto o conhecimento como a sabedoria através do estudo diligente das Escrituras Sagradas.

BOLETIM 397 – 07.12.2014

Na parábola do semeador, temos a semente e os quatro tipos de solo. Você já parou para pensar que, tanto os tipos de solo quanto a semente plantada pertencem ao semeador, e que é ele mesmo quem  prepara o solo? Pois é, nós dependemos dele em tudo!

BOLETIM 396 – 30.11.2014

Só o poder do evangelho é capaz de transformar um pecador condenado em um santo , salvo para a glória eterna do Pai.

BOLETIM 395 – 23.11.2014

Assim como não é lícito ao crente viver pulando de Igreja em Igreja, também não lhe é lícito permanecer em uma Igreja na qual o evangelho não seja pregado e vivido com integridade.

BOLETIM 394 – 16.11.2014

Você conhece alguém que se diz crente mas não se congrega com os irmãos em Cristo? Pois então diga-lhe que reveja os fundamentos da sua pretensa conversão.

BOLETIM 393 – 09.11.2014

A obra sacerdotal do Senhor Jesus não terminou na cruz Calvário. Ela continua na sua intercessão pelos salvos.

BOLETIM 392 – 02.11.2014

Qual o seu conhecimento de Deus? Como você vê o papel do Espírito Santo em sua vida?

BOLETIM 391 – 19.10.2014

Muito cuidado com a antiga Teologia Liberal “moderna”. Ela visa apenas a fazer com que pecadores sintam-se confortáveis com os seus pecados.

BOLETIM 390 – 12.10.2014

Você pensa que, por estamos em uma era mais avançada no desenvolvimento tecnológico, nós estamos mais capacitados a adorar a Deus de forma adequada, do que os nossos antepassados? Pensa? Pois você está muito enganado.

BOLETIM 389 – 12.10.2014

A nossa adoração é tão verdadeira e agradável a Deus, quanto for o nosso conhecimento e obediência à sua vontade.

BOLETIM 388 – 05.10.2014

Ah! Se não fosse a graça de Deus, como poderíamos ser salvos? Como poderíamos caminhar em santidade de vida?

BOLETIM 387 – 21.09.2014

Como você vê a morte de Jesus? Para você ele foi apenas um mártir da paz? Nesse caso ele não seria diferente de outros mártires. Não, Jesus não foi um mártir! Ele é o Salvador, o Messias prometido por Deus.

BOLETIM 386 – 14.09.2014

Biblicamente, não é correto um salvo pedir a Deus para que derrame seu Espírito sobre si, embora seja comum ouvir esse tipo de pedido nas orações e nos ditos cânticos espirituais. Isto é falta de conhecimento teológico.

BOLETIM 385 – 07.09.2014

Assim como as reformas do Velho Testamento promovidas por alguns reis de Israel, a Reforma Protestante foi apenas parcial. Não há dúvida de que a Igreja precisa urgentemente de uma nova reforma.

BOLETIM 384 – 31.08.2014

Se o crente sabe que a morte é um decreto de Deus, se sabe que morrer implica se enontrar com Cristo, por que, então, o terror da morte?

BOLETIM 383 – 24.08.2014

Dizer que é crente é muito fácil. Dizer que ama a Deus é muito fácil, mesmo que não haja o menor interesse em conhecer a sua vontade, muito menos em fazê-la. Esta á uma triste realidade na igreja cristã atual.

BOLETIM 382 – 17.08.2014

É interessante os membros de igrejas se dizerem discípulos de Jesus, mas não agirem como tais. A maioria não estuda, não aprende, nem pratica os ensinamentos do Mestre. Que tristeza!

BOLETIM 381 – 10.08.2014

Na data em que se festeja o Dia dos pais, como seria bom se tivéssemos motivo para agradecer a Deus pelo zelo dos pais no ensino aos filhos, acerca das maravilhas que Deus tem feito em nossas vidas.

BOLETIM 380 – 03.08.2014

Quando um pastor se arvora como “ungido de Deus”, ou é um ignorante acerca das Escrituras, ou é um vigarista tentando manter o povo escravizado sob o seu domínio.

BOLETIM 379 – 27.07.2014

Que saudade dos tempos em que a Igreja andava pela estrada da santidade, conduzida por pastores que sabiam e ensinavam o significado da palavra santidade.

BOLETIM 378 – 20.07.2014

A vida de santidade requer uma luta constante contra o pecado. Nesta luta, uma arma indispensável é a oração.

BOLETIM 377 – 13.07.2014

Qual a oração que Deus atende? Aquela que é feita de acordo com a sua vontade. Logo, oração sem base na doutrina é pura tolice, prática de uma religião cultural que nada tem com o evangelho.

BOLETIM 376 – 06.07.2014

Muitas pessoas participam dos chamados “cultos de oração”, com o coração cheio de mágoa, rancor, antipatia por por outros que frequentam as mesmas reuniões. Suas orações servem unicamente para o próprio juízo.

BOLETIM 375 – 29.06.2014

A igreja é o agente de disseminação da misericórdia especial de Deus aos seus eleitos. Não podemos ser negligentes a tão grande honra, lembrando a correspondente responsabilidade.

BOLETIM 374 – 22.06.2014

Concupiscência da carne, concupiscência dos olhos, soberba da vida, orgulho, cobiça desenfreada pelas coisas deste mundo, você acha que pode lutar sozinho contra estas coisas? Está enganado! Não pode!

BOLETIM 373 – 15.06.2014

A fé é uma dádiva de Deus que precisa ser compreendida não apenas quanto à salvação de pecadores. Todas as pessoas, sejam salvas ou não, são beneficiadas por essa dádiva de Deus, e faz muito bem às suas almas.

BOLETIM 372 – 08.06.2014

Por que Jesus foi o servo sofredor? Por que ele teria que morrer, e por que ele teria que sofrer tanto antes de morrer?

BOLETIM 371 – 01.06.2014

O Senhor Jesus veio salvar o seu povo dos pecados deles (Mt 1.21Mt 1.21), e não apenas proporcionar a salvação a quem quiser.

BOLETIM 370 – 25.05.2014

As pessoas que se referem à era da graça como sendo mais branda do que a era da lei nunca entenderam nada do ensino bíblico.

BOLETIM 369 – 18.05.2014

Segundo a providência de Deus, sempre haverá um remanescente fiel. A questão é: Quem faz parte desse remanescente? Aqueles verdadeiramente salvos, cujas vidas de santidade evidenciarão essa condição.

Mt 24.29-31 Mt 24.29-31 Queridos, lá em Atos dos apóstolos o texto nos relata a ascensão de Jesus, e vemos que, enquanto os discípulos olhavam aquela cena totalmente admirados, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles, e lhe perguntaram: Varões galileus, porque estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu, assim virá do modo como o vistes subir (At 1.10-11At 1.10-11). Porém, como sabemos pelo texto bíblico, os dois varões vestidos de branco, que certamente eram anjos, embora isso não esteja explícito, estavam falando apenas do ato de subir e descer, e não da condição daquele Jesus que estava subindo e que haveria de descer. A Escritura nos ensina que Jesus veio à terra como salvador, consumou a sua obra, subiu ao céu onde está sentado à direita do Pai, como advogado a interceder pelos eleitos, e no tempo de Deus, de lá descerá como juiz para julgar vivos e mortos. Portanto, o Jesus que descerá não será mais o salvador nem o advogado, e sim, o Juiz de toda a terra. Em Jo 5.22 eJo 5.22 ele mesmo ensina aos seus discípulos que o Pai a ninguém julga, mas ao Filho confiou todo o julgamento. Mais adiante, no v.27, ele continua afirmando que o Pai lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. Podemos concluir que foi com base nesse ensinamento que Pedro, ao pregar para a casa de Cornélio, afirmou que Jesus nos mandou pregar ao povo e testificar que ele é quem foi constituído por Deus Juiz de vivos e de mortos (At 10.42At 10.42). Irmãos, esta notícia é espantosamente maravilhosa para os salvos, e maravilhosamente espantosa para os condenados (vv.29-30). Percebem a diferença? Para os salvos prevalecerá a maravilha, ao passo que para os condenados prevalecerá o espanto, porque nesse dia todos haverão de prestar contas ao Juiz de toda a terra, e o padrão do seu julgamento envolve a sua santidade e a sua justiça. Como ensina o apóstolo Paulo aos Romanos (Rm 2.6Rm 2.6), o Justo Juiz dará a cada um segundo o que tiver feito. Obviamente, como Paulo está ensinando a crentes, e o seu ensino deixa claro que a salvação não é pelas obras. A salvação é pela graça! Porém, aquele que foi salvo pela graça, há de demonstrar a graça recebida, através da obediência pela fé, como Tiago também ensina (Tg 2.16,17Tg 2.16,17). Por isso, essa notícia é maravilhosa e espantosa ao mesmo tempo. Se os salvos pela graça serão julgados pelas suas obras para recompensa, os não regenerados, aqueles que não agradam a Deus, serão julgados para condenação no inferno. É bom lembrar que, se hoje os pecadores se arvoram em julgar o Deus eterno, acusando-o de injusto em salvar uns e outros não, naquele dia, todos os povos da terra se lamentarão, apenas se lamentarão, porque, já na dimensão da eternidade, todos saberão que o Justo Juiz estará aplicando o reto juízo. Jesus, o Justo Juiz dará a cada um exatamente de acordo com os seus méritos, entendido que o mérito dos salvos é o mérito de Jesus que lhes foi imputado na cruz do calvário, enquanto o mérito dos condenados é a morte como justo salário dos seus pecados não cobertos pelo sangue do Cordeiro de Deus. Há quanto tempo não se ouve falar nisso de forma séria e responsável? Quantos falsos profetas já marcaram a data da vinda de Jesus, e falharam, falharam tanto que já até caiu da moda? Ninguém mais se aventura a profetizar sobre a vinda de Cristo. Descobriu-se que é mais lucrativo vender a salvação aqui mesmo neste mundo. O céu é aqui na terra. Porém, embora não se fale mais na volta de Jesus, muito menos lembrando que ele virá como juiz, Jesus nos deu indicações preciosas acerca do assunto. Quando o evangelho da salvação tiver sido proclamado em todos os cantos da terra, então virá o fim. E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então virá o fim (Mt 24.14Mt 24.14). Portanto, a pregação do evangelho é um indicativo. Convém lembrar que todas as tragédias de que Jesus fala antes, conforme ele mesmo diz, é só o princípio das dores. Ainda não é o fim. E mais, todas as tribulações que sobrevirão aos seus discípulos, em especial, serão consequência da pregação do evangelho para testemunho a todas as nações. Isso deve nos levar a pensar. O evangelho pregado pela maioria das igrejas ditas evangélicas gera algum tipo de reação contrária do mundo, gera algum tipo de perseguição e martírio aos pregadores como Jesus disse que haverá, ou é algo agradável, capaz de levar as pessoas a se sentirem confortáveis com os seus pecados? Sem nenhuma dúvida, a segunda alternativa é a correta, e certamente esse falso evangelho não é aquele de que Jesus fala, o evangelho que será testemunho a todas as nações. Convém lembrar que a proliferação de falsos profetas é outro indicativo de que o Justo Juiz está às portas. Foi ele quem disse que após estas coisas virá o fim, e entre estas coisas de que ele falou está a proliferação dos falsos profetas. Isso deve nos manter vigilantes. Que tipo de evangelho nós temos ouvido e acolhido? Que tipo de evangelho nós temos vivido e testemunhado ao mundo? Irmãos queridos, prestem atenção! Por enquanto o Senhor Jesus ainda é o Salvador, pela ação do Espírito Santo, aquele que convence do pecado, da justiça, e do juízo, e isso é longanimidade de Deus, graça de Deus. Por enquanto o Senhor Jesus ainda é o advogado que intercede pelos salvos, mas, conforme as indicações que ele mesmo nos deu, o tempo da sua vinda como Justo Juiz está ás portas. Como ele mesmo disse, está consumado (Jo 19.30Jo 19.30). É verdade! A redenção está consumada na eternidade, mas, até que se complete o número dos eleitos, as coisas ainda estão acontecendo no tempo e no espaço. Também precisamos lembrar que não são apenas os salvos que serão redimidos da corrupção do pecado. Como ensina Paulo, toda a criação será redimida (Rm 8.22Rm 8.22). Sabemos que o mesmo universo que experimentou a corrupção do pecado, será refeito quando o Justo Juiz vier entre nuvens, do mesmo modo como subiu. Só que, neste dia, de forma maravilhosamente espantosa, todo o universo será abalado, todos os povos da terra se lamentarão, porque estará chegando o Justo Juiz de toda a terra, para extirpar da terra toda a corrupção, e restaurar a sua criação com poder e muita glória (v.30). Este será o mesmo momento em que, de forma espantosamente maravilhosa, como João viu no Apocalipse, haverá novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram (Ap 21.2Ap 21.2). Este será o momento maravilhoso em que o Justo Juiz mandará os seus anjos reunirem os seus eleitos dos quatro cantos do universo, a fim de que todos sejam por ele apresentados ao Pai. Aí, e somente aí estará consumada a obra do Filho no tempo, no espaço, e na eternidade, conforme o seu decreto na função de Justo Juiz de toda a terra, para louvor da glória do Pai. Que Deus nos dê entendimento para considerar estas coisas, e aumentar o nosso desejo de louvá-lo, engrandecê-lo, e adorá-lo desde agora e por toda a eternidade. Amém." target="_blank" rel="noopener noreferrer">BOLETIM 368 – 11.04.2014

Todos os que se dizem cristãos querem Jesus como Salvador, mas, será que todos o querem como Juiz? Pois é nessa condição que ele voltará para buscar os seus eleitos.

BOLETIM 367 – 04.05.2014

Como Deus é criador e mantenedor de todas as coisas criadas, nada existe à parte dele, ou, em outros termos, todas as coisas, sejam elas boas ou más, têm a sua existência nele, ainda que não compreendamos esta verdade.

BOLETIM 366 – 27.04.2014

É comum afirmarmos que amamos a Deus. Mas, como é que demonstramos esse amor? Como ele se materializa? E se não há a materialização desse amor, não é certo que somos hipócritas?

BOLETIM 365 – 20.04.2014

O Messias prometido enfrentou muito mais oposição do inimigo do que podemos imaginar, antes de consumar a sua obra salvadora.

BOLETIM 364 – 13.04.2014

A principal característica de um ministro da Palavra é a sua submissão à Palavra.

BOLETIM 363 – 06.04.2014

A graça salvadora só pode ser entendida e desfrutada a partir da compreensão da Queda.

BOLETIM 362 – 30.03.2014

O que é a nossa união com Cristo? Em que consiste a a nossa união orgânica com Cristo?

BOLETIM 361 – 23.03.2014

O que significa trabalhar para reino de Deus? O que é o reino de Deus? Será que discernimos estas coisas?

BOLETIM 360 – 16.03.2014

A lei não é oposta à graça. Na verdade, a lei já foi uma manifestação da graça de Deus com o seu povo eleito.

BOLETIM 359 – 09.03.2014

É um equívoco falar na época da lei e da graça como se fossem duas coisas diferentes. Saiba porque.

BOLETIM 358 -23.02.2014

A utilização de passagens bíblicas fora de contexto levam pregadores a fazerem pregações e aplicações falsas.

BOLETIM 357 – 16.02.2014

As pessoas que se julgam superiores aos outros, certamente não lembram que descendem de uma raiz comum, condenada pelo pecado,. e que depende da graça de Deus. O pior e que isso ocorre no meio evangélico.

BOLETIM 356 – 09.02.2014

Tudo o que sabemos sobre Deus é fruto da sua autorrevelação. Quanto mais imaginamos que o que sabemos das coisas divinas depende do nosso intelecto, mais distantes estamos da verdade.

BOLETIM 355 – 02.02.2014

Normalmente, vemos o povo de Israel como extremamente rebelde diante das maravilhas que Deus operou no seu meio. E nós, será que somos diferentes?

BOLETIM 350 – 29.12.2013

Fim de ano! Época de balanço! O que vai prevalecer no demonstrativo de resultados? Queixumes, ou gratidão pelas incontáveis bênçãos recebidas de Deus? Gratidão! Sem dúvidas, gratidão ao nosso bom Deus.

BOLETIM 349 – 22.12.2013

Ah! irmãos, como é difícil ser verdadeiramente dependente de Deus. Isto é soberba da vida.

BOLETIM 348 – 15.12.2013

Será que o Cristo crucificado é apenas uma jóia, um amuleto que “dá sorte” pendurado ao pescoço?

BOLETIM 347 – 08.12.2013

A malignidade do pecado é tamanha, que o homem, o ser racional criado à imagem de Deus, por causa do pecado, é o único que nega a existência de Deus, e a glória que lhe é devida.

BOLETIM 346 – 01.12.2013

Muitos irmãos têm um hábito a ser combatido: Fazem seus planos sem a orientação de Deus, e quando eles dão errado, correm para as reuniões de oração pedindo socorro a Deus, aquele que não participou dos planos.

BOLETIM 345 – 24.11.2013

A salvação não se resume às bênçãos do aqui e agora. Na verdade, o seu alvo é a glória do Pai.

BOLETIM 344 – 17.11.2013

A redenção a ser completada no dia do Senhor é muito maior do que normalmente nós imaginamos.

BOLETIM 343 – 10.11.2013

Você já passou por momentos de insegurança acerca da sua salvação? Sabe porque isso acontece?

BOLETIM 342 – 03.11.2013

Será que alguém “se converte” por causa do apelo por decisão, por “levantar a mão”, ou por “ir à frente”?

BOLETIM 341 – 27.10.2013

Sobrepujada pelas ciências naturais desde a Modernidade, agora, na Pós-modernidade, a religião vem recuperando a passos largos a sua capacidade de encantar e manipular as pessoas.

BOLETIM 340 – 20.10.2013

Você tem certeza da sua salvação? A sua conduta comprova isso? Saiba que a obediência à palavra de Deus é a única comprovação real e válida da nossa salvação.

BOLETIM 339 – 13.10.2013

Estamos no mês da Reforma Protestante. será que a Reforma não está precisando de reforma?

BOLETIM 338 – 06.10.2013

Em Romanos 8.28-29 Romanos 8.28-29 lemos que todas as coisas cooperam para o nosso bem, segundo o propósito de Deus. Mas, sabemos qual o “bem”, e qual o “propósito” de que o apóstolo Paulo fala?

BOLETIM 337 – 29.09.2013

A salvação é pela graça, mas isso não anula a responsabilidade humana de desenvolvê-la com diligência.

BOLETIM 336 – 22.09.2013

O pecado degenera; a graça regenera.

BOLETIM 335 – 15.09.2013

Será que os nossos primeiros pais, Adão e Eva, foram pessoas reais, ou não passam de um mito?

BOLETIM 334 – 08.09.2013

O que quer dizer a imagem e semelhança de Deus em nós? O pecado nos tirou essa imagem?

BOLETIM 333 – 01.09.2013

Somos justificados pela fé somente. Porém, a fé que justifica sempre estará acompanhada das boas obras de Deus em nós.

BOLETIM 332 – 25.08.2013

O homem, em sua arrogância religiosa, permite-se quase tudo em nome de Deus.

BOLETIM 331 – 18.08.2013

Muitos ditos crentes falam sobre o reino de Deus como se fosse algo apartado da sua vida cotidiana. Será mesmo?

BOLETIM 330 – 11.08.2013

Dia dos Pais, uma data comercial que deve ser aproveitada para uma reflexão do nosso papel de pais.

BOLETIM 329 – 04.08.2013

A doutrina da expiação limitada é rejeitada por muitas denominações evangélicas, mesmo sendo uma doutrina da Reforma Protestante.

BOLETIM 328 – 28.07.2013

Na história do povo de Deus, sempre houve mais falsos profetas do que profetas verdadeiros. Como identificá-los?

BOLETIM 327 – 21.07.2013

As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, e isto faz parte da sua fidelidade à aliança.

BOLETIM 326 – 14.07.2013

A honraria de ser cidadão do reino de Deus traz a correspondente responsabilidade.

BOLETIM 325 – 07.07.2013

Quando cantamos “como o rei Davi, quero te louvar”, será que sabemos as implicações dessa atitude?

BOLETIM 324 – 30.06.2013

A desobediência nos leva por descaminhos que nos afastam cada vez mais de Deus.

BOLETIM 323 – 16.06.2013

Qual a importância da amizade, seja ela boa ou má?

BOLETIM 322 – 09.06.2013

É comum as pessoas confundirem o chamado dos apóstolos com o chamado dos demais discípulos de Jesus. Há diferença? Qual?

BOLETIM 321 – 02.06.2013

Não há dons mais ou menos fáceis. Todos os dons são do Espírito Santo, e se prestam unicamente para a edificação da Igreja, no poder do mesmo Espírito Santo, que os concede como lhe apraz.

BOLETIM 320 – 26.05.2013

A nossa justiça precisa estar balizada pelo conhecimento de Deus, ou estaremos vindicando justiça própria.

BOLETIM 319 – 19.05.2013

Se Cristo não estiver acima de todos os nossos interesses não teremos motivo para desejar a ressurreição.

BOLETIM 318 – 12.05.2013

Oração pelas mães.

BOLETIM 317 – 05.05.2013

Não é raro ouvir pessoas ditas crentes proclamando que “o sangue de Cristo tem poder”, como uma espécie de “abracadabra cristão”. O que você sabe acerca do sangue da aliança? Veja no boletim.

BOLETIM 316 – 28.04.2013

Sabem porque algumas pessoas não têm certeza da salvação? Geralmente, porque ainda confiam na sua justiça própria.

BOLETIM 315 – 21.04.2013

O discernimento é fruto do conhecimento. Por isso, para discernir as verdades bíblicas, precisamos, antes, ter conhecimento.

BOLETIM 314 – 14.04.2013

Por incrível que pareça, há pastores afirmando de púlpito que a Teologia é besteira. A que ponto nós chegamos.

BOLETIM 313 – 07.04.2013

Será que o mal é uma realidade fora dos propósitos de Deus? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 312 – 31.03.2013

Esta “páscoa” mercantilizada que vemos na mídia e nos supermercados nada tem a ver com a páscoa dos judeus, muito menos com a páscoa cristã. Veja o que é a páscoa na mensagem do boletim.

BOLETIM 311 – 24.03.2013

Quando se fala em mordomia cristã, normalmente é como um apelo ao bolso das pessoas. Mas, será que mordomia cristã é somente isso? Veja na mensagem deste boletim.

BOLETIM 310 – 17.03.2013

Os profetas verdadeiros sempre foram rejeitados. Os profetas, os pastores que você conhece e segue são louvados pelos homens? Pois o Senhor Jesus afirma que eles são falsos profetas (Lc 6.26Lc 6.26).

BOLETIM 309 – 10.03.2013

Precisamos aprender que não é nossa responsabilidade punir àqueles que nos fazem injustiça.

BOLETIM 308 – 03.03.2013

Quando lemos os relatos dos evangelhos acerca dos sofrimentos de Jesus, será que o fazemos meditando profundamente naqueles acontecimentos, ou lemos apenas como quem lê um romance gospel?

BOLETIM 307 – 24.02.2013

Será que podemos enxergar alguma semelhança entre os eventos da Torre de Babel e a constituição da Igreja?

BOLETIM 306 – 17.02.2013

Será que eram somente os fariseus dos tempos de Jesus que valorizavam mais as tradições do que as Sagradas Escrituras? Não será esta uma realidade atual nas igrejas?

BOLETIM 305 – 03.02.2013

O zelo de um  pastor pelas ovelhas sob o seu pastoreio não pode ser menor do que o de Judas, conforme podemos ver em sua carta.

BOLETIM 304 – 27.01.2013

O objetivo das cartas apostólicas era discipular os novos cristãos. As de Paulo, especificamente, era discipular, combatendo o ensino dos cristãos judaizantes que lhe faziam acirrada oposição. A carta aos Gálatas foi a primeira delas.

BOLETIM 303 – 20.01.2013

O Jesus que veio em graça, virá em glória, e a vida dos crentes tem que estar associada a estes dois eventos.

BOLETIM 302 – 13.01.2013

Há muitas pessoas que se imaginam cristãs apenas porque vão à igreja aos domingos. No entanto, se não houver uma verdadeira conversão, elas morrerão nos seus pecados.

BOLETIM 301 – 06.01.2013

Você sabe reconhecer um pastor verdadeiro? Veja na mensagem deste boletim algumas instruções bíblicas a esse respeito.

BOLETIM 300 – 30.12.2012

Mais um ano se passou. Que tal fazer um balanço de quanto crescemos no conhecimento do Senhor? Ou melhor, será que temos ouvido, e dado ouvidos a sua voz?

BOLETIM 299 – 23.12.2012

Chegou o Natal novamente. Mas, o que é a festa do Natal? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 298 – 16.12.2012

Não podemos esquecer que, uma vez redimidos pelo Senhor Jesus, agora pertencemos a ele, e temos por missão específica proclamar as suas virtudes.

BOLETIM 297 – 09.12.2012

Deus é perdoador soberano. Por isso, devemos nos arrepender diariamente dos nossos pecados, confiar na misericórdia de Deus, e temer o seu poder perdoador.

BOLETIM 296 – 02.12.2012

É possível ao crente perder o ânimo espiritual? Se a resposta for sim, qual o remédio? Veja as respostas na mensagem do boletim.

BOLETIM 295 – 25.11.2012

Muito cuidado! Os falsos mestres sempre serão diligentes em sua tarefa de ensinar heresias ao povo de Deus. Somente os verdadeiros crentes estarão aptos as identificar os falsos mestres e suas doutrinas falsas.

BOLETIM 294 – 18.11.2012

Os planos de Deus para o seu povo estão consubstanciados em sua Palavra revelada, em não em discursos bem elaborados com base na astúcia humana.

BOLETIM 293 – 11.11.2012

Jamais seremos perfeitos neste mundo. Porém, a nossa perfeição possível é perseguir a perfeição através de uma vida de santidade.

BOLETIM 292 – 04.11.2012

A fé que vence o mundo é a fé que nos leva a negar a nós mesmos, como fez o homem Jesus. Sigamos o seu exemplo.

BOLETIM 291 – 28.10.2012

Algumas informações sobre a reforma protestante, na visão presbiteriana.

BOLETIM 290 – 21.10.2012

Será que os cristãos têm maturidade espiritual, e estão preparados para se edificar mutuamente?

BOLETIM 289 – 14.10.2012

Evangelizar é tarefa de todo crente. Porém, precisamos saber que a alguns o Senhor Deus concede dons específicos, como pastor e evangelista. Imaginar que todos têm a mesma capacidade de evangelizar é tolice.

BOLETIM 288 – 07.10.2012

A dúvida não coisa nova. Eva duvidou da palavra de Deus. Que fazer para evitar as dúvidas acerca da Palavra de Deus?

BOLETIM 287 – 23.09.2012

Segundo a maioria das pregações atuais, crente tem que ser rico, sadio e vitorioso. Isso é uma verdade bíblica?

BOLETIM 286 – 16.09.2012

De que tipo de cura você precisa? Qual a sua prioridade? Física ou espiritual?

BOLETIM 285 – 09.09.2012

Por que as igrejas continuam impondo a falsa doutrina dos dízimos, como uma espécie de bênção aos fieis, e maldição aos infieis.

BOLETIM 284 – 02.09.2012

A verdadeira pregação a cargo da Igreja é o seu testemunho de santidade. Quem prega aos ímpios são os evangelistas missionários; quem ensina aos convertidos são os pastores e mestres. Se as coisas fossem feitas como a Bíblia ensina, a situação da Igreja seria outra bem diferente.

BOLETIM 283 – 26.08.2012

Você vê alguma semelhança entre a decadência de Israel/Judá e a decadência da Igreja?

BOLETIM 282 – 19.08.2012

Você reclama do seu trabalho? Você reclama da segunda-feira, achando-a um dia chato, maçante, cheio de cansaço? Veja a mensagem do boletim.

BOLETIM 281 – 12.08.2012

O que dá sentido à vida e às coisas? O Pregador perdeu essa referência durante algum tempo e deixou registrado no livro de Eclesiastes.

BOLETIM 280 – 05.08.2012

A parábola da vinha em Isaías nos mostra como o amor de Deus, quando não correspondido, traz juízo como forma pedagógica, para nos trazer de volta ao caminho.

BOLETIM 279 – 29.07.2012

Discernimento espiritual não é algo que se consegue por milagre. Discernimento, que é a capacidade de julgamento, depende de conhecimento.

BOLETIM 278 – 22.07.2012

Lutero falava de uma Igreja reformada, sempre reformando. Aparentemente essa Igreja está moribunda. O que nos consola e conforta é que o Senhor Deus prometeu deixar um remanescente fiel.

BOLETIM 277 – 15.07.2012

Crente soberbo é uma contradição de termos. Quem recebe a graça da salvação e todas as bênçãos dela advindas, certamente demonstrará com humildade as graças recebidas.

BOLETIM 276 – 08.07.2012

Somente o regenerado pode entender, aceitar a doutrina do pecado, e glorificar o nome do Senhor Jesus.

BOLETIM 275 – 24.06.2012

“Queres a paz? Prepara-te para a guerra” Será essa máxima militar válida para a guerra espiritual?

BOLETIM 274 – 17.06.2012

O Jesus manso e ecumênico que se prega, que se “compra” e que se “vende” no mercado religioso atual não é o Jesus da Bíblia.

BOLETIM 273 – 10.06.2012

A morte de Jesus foi um ato jurídico que encerra justiça e injustiça ao mesmo tempo. Graças a Deus por isso.

BOLETIM 272 – 03.06.2012

A pregação da Palavra é a obra mais importante na vida de um pastor, e deve ser o momento mais esperado por parte da Igreja. O problema é que não é isso que se vê nas igrejas, e os pastores sabem disso.

BOLETIM 271 – 27.05.2012

Você sabe  qual é a simbologia da parábola dos lavradores maus? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 270 – 20.05.2012

Qual o seu relacionamento com a Palavra de Deus? Você tem feito um estudo diligente e responsável? Cuidado para não se deixar prender pelo pecado da acomodação no aprendizado sobre a salvação, sobre a vontade de Deus.

BOLETIM 269 – 13.05.2012

Entre os muitos dons que Deus concedeu às mulheres, destaca-se o dom da maternidade. Veja a mensagem.

BOLETIM 268 – 06.05.2012

O que significa a frase “Está consumado” dita pelo Senhor Jesus? Será que temos o alcance da sua abrangência? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 267- 29.04.2012

Como pode um salvo não ter alegria no Senhor? Não é isso que vemos quando, nos cultos, os dirigentes fazem papel de animadores para alegrar o auditório? A pergunta chave é: os que ali estão realmente são salvos?

BOLETIM 266 – 22.04.2012

A revelação de Deus é progressiva, e isso está bem claro logo no início da carta aos Hebreus. Precisamos discernir os estágios da revelação para poder aplicá-la a nós de forma correta. Muitas heresias decorrem dessa falta de discernimento.

BOLETIM 265 – 15.04.2012

Deus prometeu que sempre deixará um remanescente fiel. Que tipo de pregação você tem ouvido, independentemente da denominação religiosa do pregador?

BOLETIM264 – 08.04.2012

O que você sabe acerca da páscoa dos judeus? E a páscoa cristã, tem alguma coisa a ver com ela? Veja na mensagem deste boletim.

BOLETIM 263 – 01.04.2012

Você sabe quem são os responsáveis pela morte de Jesus? Acha que foram os judeus? Leia a mensagem do boletim, e verá qual a verdade bíblica.

BOLETIM 262 – 25.03.2012

Você se considera um “super-crente”, ou alguém que, pela graça de Deus, cresce em santidade de vida, em obediência à Palavra, e na dependência do Senhor?

BOLETIM 261 – 18.03.2012

A sua fé é racional, com base no conhecimento de Deus, ou simplesmente uma fé abstrata, sem obras, emocional e supersticiosa?

BOLETIM 260 – 11.03.2012

Está difícil conseguir um amigo verdadeiro? Jesus, o melhor amigo, nos disse que isso aconteceria.

BOLETIM 259 – 04.03.2012

A maneira eficaz de demonstrar que somos novas criaturas em Cristo Jesus é apresentar frutos dignos de arrependimento.

BOLETIM 258 – 26.02.12

A Igreja para fazer diferença no mundo, obviamente, tem que ser diferente do mundo.

BOLETIM 257 – 12.02.2012

Quais são as nossas prioridades? Onde está posto o nosso coração? Nas coisas temporais, ou nas coisas eternas?

BOLETIM 256 – 05.02.2012

Qual o seu conceito de igreja? Um prédio? Um templo? Uma organização sócio-religiosa? Ou, quem sabe, a congregação dos santos?

BOLETIM 255 – 29.01.2012

Será que realmente conhecemos o nosso Deus, ou o nosso conhecimento não passa de teoria rasa?

BOLETIM 254 – 22.01.2012

É tolice imaginar que os líderes religiosos dos nossos dias não cometem os mesmos erros dos fariseus, pela mesma incapacidade de compreender o espírito das Escrituras Sagradas.

BOLETIM 253 – 15.01.2012

Para conceder o perdão que Deus exige de nós, é necessário que primeiro entendamos o perdão que dele recebemos.

BOLETIM 252 – 08.01.2012

Não ignoramos que conflitos podem ocorrer em todas as organizações sociais, inclusive a Igreja. Por isso, devemos nos esforçar diligentemente por preservar a unidade do corpo de Cristo.

BOLETIM 251 – 01.01.2012

Mais um ano se passou cheio da graça de Deus. Será que todos conseguem enxergar a graça de Deus,  inclusive nas tribulações?

BOLETIM 250 – 25.12.2011

Como você vê o ministério pastoral? Veja a mensagem do boletim.

BOLETIM 249 – 18.12.2011

Nem sempre as palavras corretas segundo a verdade bíblica são ditas por pessoas piedosas. Precisamos exercer o discernimento para não ser enganados.

BOLETIM 248 – 11.12.2011

Quando a tentação ocorre na “hora da provação”, ele se apresenta com uma força que somente poderá ser resistida por uma força maior.

BOLETIM 247 – 04.12.2011

Como enfrentar os dias maus, os sofrimentos inevitáveis e a morte que é certa?

BOLETIM 246 – 27.11.2011

Muitas pessoas ditas crentes imaginam que é responsabilidade da Igreja localizar os eleitos de Deus. Elas estão equivocadas. Embora sejamos os agentes desta tarefa, é o próprio Deus quem os põe em contato conosco, para que conheçam a glória do evangelho de Cristo através de nosso testemunho cristão.

BOLETIM 245 – 20.11.2011

A simples declaração de que se é crente é muito frágil, porque isso pode ser apenas fruto de uma tradição cultural. O crente é aquele que recebe a Palavra e a obedece incondicionalmente.

BOLETIM 244 – 13.11.2011

É muito fácil alguém dizer que crê em Deus. É muito fácil alguém dizer que é crente. Porém, será que a vida desse alguém evidencia a sua crença, pela obediência a Deus?

BOLETIM 243 – 06.11.2011

O louvor e ação de graças a Deus deve o principal objetivo de nossos atos de culto, como manifestação da nossa adoração pelas bênçãos espirituais recebidas.

BOLETIM 242 – 30.10.11

Você sabia que deixar de orar pelos nossos irmãos é um pecado contra Deus? Veja a mensagem do boletim.

BOLETIM 241 – 23.10.2011

O Senhor Jesus falou que no final dos tempos, por causa da multiplicação da iniquidade, o amor esfriará de muitos. E nós, como estamos? Será que estamos preparados para a sua volta?

BOLETIM 240 – 16.10.2011

Você sabe porque a Bíblia fala de multidões que creram em Jesus, e no dia da descida do Espírito Santo só haviam  cerca de 120 convertidos? Leia a mensagem do boletim.

BOLETIM 239 – 09.10.2011

Embora o fim esteja cada vez mais próximo, há muito não se prega mais sobre o dia do Senhor, como se isso não devesse ser o anelo de todo crente.

BOLETIM 238 – 02.10.2011

Normalmente as pessoas gostam do Jesus que promete a salvação, mas não querem nem ouvir falar do Jesus que ameaça com os tormentos do inferno. Pois saiba que se trata do mesmo Jesus.

BOLETIM 237 – 25.09.2011

Aqueles que recebem a fé que uma vez foi entregue aos santos, são capacitados a batalhar por ela, com o sacrifício da própria vida.

BOLETIM 236 – 18.09.2011

Como é possível Deus tolerar os nossos pecados e continuar sendo Santo, se sabemos que o Justo Juiz não inocenta o culpado? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 235 – 11.09.2011

É somente pela ação do Espírito Santo que as bênçãos espirituais em Cristo Jesus passam a ser realidade na vida dos crentes.

BOLETIM 234 – 04.09.2011

Qual a sua concepção sobre a doutrina da justificação? A sua justificação está firmada no mérito de Cristo, ou você pensa que tem mérito próprio?

BOLETIN 233 – 28.08.2011

A doutrina da reconciliação, embora seja um dos grandes temas da fé cristã, é bastante negligenciada. Veja a mensagem do boletim.

BOLETIM 232 – 21.08.2011

Há uma grande diferença entre o conceito de liberdade para o ímpio e para o crente. Qual o seu conceito de liberdade?

BOLETIM 231 – 14.08.2011

Pais, será que temos consciência da honraria que é receber o poder de procriar em parceria com o Supremo Criador? Será que também temos consciência da correspondente responsabilidade que a horaria encerra? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 230 – 07.08.2011

Não é sem razão que o apóstolo Paulo diz que amor de Jesus excede todo o entendimento. Afinal, oferecer-se a uma morte tão terrível por quem não estava interessado nisso, é realmente incompreensível.

BOLETIM 229 – 31.07.2011

Há pessoas que dizem receber novas revelações do Espírito Santo. Obviamente isso apenas reflete a falta de conhecimento da Bíblia e do papel do Espírito Santo na revelação de Deus.

BOLETIM 228 – 24.07.2011

Nós fomos criados para a glória de Deus, e a principal maneira de gloficar a Deus é adorá-lo na beleza da sua santidade, em espírito e em verdade.

BOLETIM 227 – 17.07.2011

Os crentes precisam viver contra a cultura, e somente poderão viver assim, fortalecidos com o poder de Deus, através do seu evangelho.

BOLETIM 226 – IPTM, 10.07.2011

Há pessoas que vivem, de forma paranóica, assediadas por demônios em todos os lugares. Outras há que vivem como se Satanás não existisse, desconsiderando o seu poder e os seus ardis. Falamos sobre isso na mensagem deste boletim.

BOLETIM 225 – IPTM, 03.07.2011

A Santa Ceia instituída pelo Senhor Jesus é um memorial para que os santos de Deus sejam lembrados constantemente da maravilhosa salvação de Des em Cristo Jesus.

BOLETIM 224 – IPTM, 26.06.2011

O amor cristão está diretamente ligado à nossa salvação. Como salvos, o que temos feito ela salvação do nosso próximo?

BOLETIM 221 – IPTM, 05.06.2011

Quantas bênçãos maravilhosas nos são concedidas por causa da comunhão dos santos.

BOLETIM 220 – IPTM, 29.05.2011

Sobre a inversão de valores, é comum afirmarmos que o mundo está de cabeça para baixo. Mas, afinal, quais são os nossos valores?

BOLETIM 219 – IPTM, 22.05.2011

A depravação tem cura! O remédio é o evangelho, e nós temos que apresentá-lo aos pecadores perdidos.

BOLETIM 218 – IPTM, 15.05.2011

Como vemos a disciplina de Deus e o sofrimento que ela encerra? Veja na mensagem deste boletim.

BOLETIM 217 – IPTM, 08.05.2011

Entre as muitas virtudes que Deus concedeu às mulheres, destaca-se o dom da maternidade.

BOLETIM 216 – IPTM – 01.05.2011

A cruz é um símbolo da morte em dois sentidos: simboliza a morte como punição de pecados, mas também simboliza a morte como modo de vida em relação ao pecado. Veja mensagem do Boletim.

BOLETIM 215 – IPTM – 24.04.2011

O que você sabe sobre a páscoa? Veja na mensagem do boletim.

BOLETIM 214 – IPTM – 17.04.2011

O convite de Jesus aos pecadores é de ordem espiritual, e não de cunho material como muitos pensam e pregam. Veja a mensagem do boletim.

BOLETIM 213 – IPTM – 10.04.2011

É comum esquecer a voz de deus e dar ouvidos a Satanás. A que voz nós temos dado ouvidos?

BOLETIM 211 – IPTM – 27.03.2011

Quem entrará apela porta estreita? Ela já nos foi aberta, mas, enquanto estivermos peregrinando neste mundo, a luta pela santificação exigirá grande esforço de nossa parte para entrarmos por ela.

BOLETIM 210 – IPTM – 20.03.2011

Você sabe qual é a obra do Espírito Santo? É comunicar vida aos eleitos de Deus. É ele quem nos guia à verdade de Cristo, porque ele é o Espírito da verdade.

BOLETIM 209 – IPTM – 13.03.2011

O que nos satisfaz? A pessoa de Jesus ou o que ele pode fazer por nós? Leia a mensagem.

BOLETIM 208 – IPTM – 27.02.2011

Qual a interpretação de Isaías 53:5,Isaías 53:5, acerca da expiação das nossas doenças, como ensinam de forma equivocada os pregadores da prosperidade? Leia o boletim.

BOLETIM 207 – IPTM – 20.02.2011

Será que os que se dizem “filhos do dono do ouro e da prata” compreendem o real significado desta afirmação? Leia a mensagem deste boletim.

BOLETIM 206 – IPTM – 13.02.2011

A mensagem deste boletim trata da redenção bíblica que pregamos.

Boletim nº 205, de 06/02/11

Em face das críticas feitas à Teologia por alguns irmãos pentecostais, neste boletim traçamos algumas considerações acerca da sua utilidade.

BOLETIM 204 – IPTM – 30.01.2011

Culto não se assiste. Culto é um serviço de adoração que prestamos a Deus, e isso deve ser feito em espírito e em verdade. É sobre o culto que tratamos neste boletim.

BOLETIM 203 – IPTM – 23.01.2011

Neste boletim tratamos do conhecimento de Deus revelado nas Escrituras, e essa revelação é a medida exata para que o conheçamos como convém aos santos. Nem mais, nem menos.

BOLETIM 202 – IPTM – 16.01.2011

Como se mede a “temperatura espiritual” do crente? Pela sua vida de oração. É disso que trata a mensagem deste boletim.

BOLETIM 201 – IPTM – 09.01.2011

Alguns pretensos “ungidos” se arvoram em pastores e mestres, mesmo sem nenhum conhecimento teológico. Isto é certo? Leia a mensagem do boletim.

BOLETIM 200 – IPTM – 02.01.2011

O ministério da Palavra requer preparo humano, ou a “capacitação” vem de forma milagrosa? Veja a carga de horas/aula a que se submeteram os discípulos de Jesus.